PUBLICIDADE
Topo

Atletas protestam contra salários atrasados e não se concentram no Botafogo

Jogadores do Botafogo se reuniram e decidiram por aderir a uma greve - ALEXANDRE LOUREIRO/ELEVEN/ESTADÃO CONTEÚDO
Jogadores do Botafogo se reuniram e decidiram por aderir a uma greve Imagem: ALEXANDRE LOUREIRO/ELEVEN/ESTADÃO CONTEÚDO

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

03/04/2019 22h18

Os jogadores do Botafogo comunicaram diretoria e comissão técnica que não haverá concentração para a decisiva partida contra o Juventude, nesta quinta-feira, pela terceira fase da Copa do Brasil. A medida se deu por contra dos dois meses de salário atrasados - fevereiro e março.

Segundo o comunicado dos atletas, o grupo se reunirá às 18h diretamente no local da partida, o estádio Nilton Santos. Eles terão pouco mais de três horas para jantarem e fazer a preleção para a partida contra o Juventude, às 21h30. A informação foi divulgada pelo "Fogo na Rede", no Twitter, e confirmado pelo UOL Esporte.

A crise financeira do Botafogo se dá por vários fatores. O último deles foi a nova forma de pagamento da Globo. A emissora paga por audiência e posição no último Brasileiro. Essas duas cotas, no entanto, são pagas a partir de junho e a outra em dezembro.

Sendo assim, o Botafogo, que já havia antecipado parte da receita em temporadas anteriores, ficou sem qualquer verba até agora. Isso porque o valor descontado é superior ao que o clube teria direito a receber com a nova forma de pagamento.

Botafogo