PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Galiotte admite 'erro gravíssimo' de Deyverson, mas vê ambiente saudável

Divulgação/Palmeiras
Imagem: Divulgação/Palmeiras

06/03/2019 15h27

O atacante Deyverson conta com o apoio do Palmeiras para mostrar seu futebol, mesmo em meio a polêmicas recentes. Pelo menos é o que garantiu hoje o presidente do clube, Maurício Galiotte, em entrevista ao canal de TV por assinatura SporTV.

Em fevereiro, o empresário do atleta apresentou uma oferta de R$ 51 milhões oriunda do futebol chinês. Deyverson chegou a gravar um vídeo se despedindo do clube, mas desmentiu posteriormente o conteúdo da publicação - segundo ele, as imagens eram uma brincadeira para um grupo de amigos. O atacante acabou permanecendo no clube.

Hoje, Galiotte disse que a permanência de Deyverson é um trunfo palmeirense para a temporada 2019, mantendo o elenco que foi campeão brasileiro em 2018. Ainda assim, o dirigente reconheceu o erro "gravíssimo" do atleta no caso, e garantiu que o fato não vai se repetir.

"O fato é o seguinte: nós fomos decacampeões brasileiros, e o que eu disse naquele momento ao torcedor é que estaríamos ainda mais fortes neste ano. A manutenção de todos os jogadores do elenco era nossa prioridade, nosso objetivo. Isso nós conseguimos. Todo o elenco do Palmeiras decacampeão está aqui conosco hoje, à disposição do Felipão. Além disso, nós contratamos alguns jogadores para agregar mais valor a essa equipe, que é muito qualificada", explicou.

"Em relação ao Deyverson, ele faz parte de nossa equipe, de nosso quadro. Ele tem conosco um ambiente muito saudável. Só que ele cometeu um erro. Eu mesmo tratei do assunto, falei com o Deyverson. Ele cometeu um erro gravíssimo, que não vai se repetir. Eu disse a ele que não vai se repetir, em relação a esses vídeos que vazam na internet", acrescentou, indo além.

"O jogador tem todo o direito de permanecer conosco. O que ocorreu foi uma situação que o próprio empresário do atleta nos trouxe uma situação de negociação, que acabou não acontecendo. O que não pode (é) esse tipo de situação, vazando um vídeo ou outro, que coloca o Palmeiras numa situação ruim. Expõe nosso clube, nossa marca. Isso não vamos aceitar", completou.

Pela Libertadores, o Palmeiras enfrenta hoje o Junior Barranquilla, na Colômbia, a partir das 21h30. O jogo é válido pela primeira rodada do Grupo F.

Palmeiras