PUBLICIDADE
Topo

Santos

Soteldo ressalta "decisão difícil" entre servir seleção ou ficar no Santos

Divulgação/Santos
Imagem: Divulgação/Santos

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

28/02/2019 12h36

O venezuelano Yeferson Soteldo é um dos desfalques prováveis do Santos durante o ano por um motivo que promete assombrar o Peixe: as convocações para amistosos em datas FIFA.

O clube da Vila Belmiro deve repetir o que foi feito com Sánchez e Derlis no ano passado e tentar a liberação dos jogadores, mas o próprio Soteldo ressaltou a dificuldade da decisão de ficar fora da seleção de seu país, mas prometeu ouvir o técnico Jorge Sampaoli.

"É uma decisão muito difícil, todo jogador gosta de representar a seu país, mas depende. É uma decisão difícil, se o professor precisar de mim em jogo importante, tenho que fazer esforço e ficar. Ele precisa dizer e sabe da importância. Não sei, uma resposta difícil de dar agora, é importante representar o país e depende do momento", disse em entrevista coletiva hoje (28), no CT Rei Pelé.

Além do venezuelano, o Santos ainda conta com mais cinco estrangeiros que ou são frequentemente convocados, ou então no radar das respectivas seleções. O uruguaio Sánchez, o paraguaio Derlis e o peruano Cueva são presenças constantes nas convocações, enquanto os colombianos Felipe Aguilar e Copete já passaram pela seleção e seguem no radar.

A primeira data FIFA do ano acontece no final de março e todas as seleções dos jogadores santistas têm amistosos marcados. As convocações devem sair nos próximos dias.

Siga o UOL Esporte no

Santos