PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Flu se livra de exclusão no Carioca. Abad é suspenso por 30 dias

Pedro Abad levou suspensão de 30 dias após declarações sobre "guerra" antes de clássico - Mailson Santana/Fluminense
Pedro Abad levou suspensão de 30 dias após declarações sobre "guerra" antes de clássico Imagem: Mailson Santana/Fluminense

Do UOL, no Rio de Janeiro

26/02/2019 19h35

O Fluminense corria o risco de ser expulso do Campeonato Carioca por acionar a Justiça comum antes de esgotar as esferas esportivas após ser denunciado ao TJD-RJ. A 2ª comissão disciplinar, no entanto, descartou essa possibilidade e aplicou multa de R$ 60 mil. Além disso, o presidente do Tricolor, Pedro Abad, foi suspenso por 30 dias.

As multas vieram de acordo com os artigos 258 (assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras deste Código) e 191 (Deixar de cumprir, ou dificultar o cumprimento de regulamento, geral ou especial, de competição).

Pedro Abad viu seu destino ficar empatado em 2 a 2 e correu o risco de pegar 2 meses de suspensão. O presidente da 2ª comissão disciplinar, Wanderley Rebello de Oliveira Filho criticou a postura do presidente do Fluminense, mas evitou aumentara polêmica.

"A gente tem de saber quando fala, como fala e com quem fala. Temos de tomar muito cuidado com o que a gente fala. Acho que ele [Abad] foi infeliz, mas de forma alguma acho que teve o dolo de incitar o ódio", disse.

No mesmo julgamento, horas antes, Fellipe Bastos foi punido com três jogos após fazer piadas homofóbicas na comemoração do título da Taça Guanabara. Já Airton pegou dois jogos por xingar o árbitro do clássico. Envolvido em confusão com Andrey, Luciano foi absolvido.

Fluminense