PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Ricardo Oliveira explica substituição em vitória: "Para o bem do Atlético"

Ricardo Oliveira, atacante do Atlético-MG, foi substituído por Zé Welison contra o Defensor Sporting - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Ricardo Oliveira, atacante do Atlético-MG, foi substituído por Zé Welison contra o Defensor Sporting Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Do UOL, em Belo Horizonte

21/02/2019 00h50

Ricardo Oliveira voltou a ser substituído por Levir Culpi no triunfo do Atlético-MG sobre o Defensor Sporting, por 2 a 0. O atacante não queria deixar o gramado no momento, mas diz respeitar a decisão da comissão técnica no jogo válido pela terceira fase da Libertadores.

O centroavante de 38 anos deixou o campo Luis Franzini aos 25 minutos do segundo tempo para a entrada do volante José Welison. A saída foi tratada com naturalidade, mesmo que não fosse o seu desejo naquele momento.

"Estava me sentindo bem, o cansaço é natural, muito quente, muito abafado, haja vista que Luan e Cazares tiverma cãibras. O Levir é que escolhe as substituições. Eu estou aqui para ajudar. Obviamente que a gente gostaria de permanecer no jogo, mas há um comandante, a ideia de me substituir era para o bem do time", disse à Fox Sports.

Ricardo Oliveira é o artilheiro do Atlético na temporada, com nove gols assinalados em seis partidas disputadas. Na Copa Libertadores da América, o camisa 9 já estufou as redes adversárias em quatro oportunidades, todas diante do Danubio, do Uruguai, na fase anterior.

Errata: o texto foi atualizado
Diferente do informado anteriormente nesta nota, o Atlético-MG venceu o Defensor Sporting, e não o Danubio. O erro foi corrigido.

Atlético-MG