PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio insiste em Thiago Neves e quer impedir renovação com o Cruzeiro

Thiago Neves deu sinal de positivo para se mudar ao Grêmio em 2019 - DOUGLAS MAGNO / AFP
Thiago Neves deu sinal de positivo para se mudar ao Grêmio em 2019 Imagem: DOUGLAS MAGNO / AFP

Marinho Saldanha e Thiago Fernandes

Do UOL, em Porto Alegre e Belo Horizonte

05/01/2019 04h00

Thiago Neves ainda não assinou a renovação contratual com o Cruzeiro. Esta informação chegou ao Grêmio, gerando comemoração nos bastidores. Apesar das declarações do vice de futebol Itair Machado e da proposta até 2020 apresentada ao meia, por meio de conversas com a direção e o técnico Renato Gaúcho, os tricolores tentam impedir qualquer assinatura e persuadir o clube mineiro a liberar o atleta.

O vínculo atual de Neves vai até dezembro de 2019. Na quinta-feira (3), o vice de futebol Itair Machado falou em tom de anúncio sobre um novo vínculo até 2020.

A informação surpreendeu o Grêmio, que entrou em contato na noite do mesmo dia com Thiago e seus representantes. Ouviu deles que o acordo não tinha sido selado e solicitou que não fosse. A condição de Thiago Neves gerou a saída da negociação por Felipe Vizeu e mudança completa do cenário de contratações do Grêmio.

Uma vez que o armador de 33 anos seguia livre, o Tricolor desistiu do centroavante da Udinese e tratou de adiantar que fará nova investida. Conforme informado pelo UOL Esporte, a verba de aproximadamente R$ 11 milhões que entra com a venda de Marcelo Grohe para o Al-Ittihad faz o Tricolor subir a proposta pelo jogador e se aproximar dos R$ 8 milhões pedidos pela Raposa. Nos bastidores do clube gaúcho, se comenta de uma oferta perto de R$ 6 milhões.

O Grêmio ainda tem a informação de que Thiago Neves quer deixar o clube. O meia conversou com Renato Gaúcho durante as férias e já acertou, inclusive, salários em Porto Alegre. E é nesta expectativa que se apega para ficar otimista pelo acordo.

Indefinição atinge Thony Anderson

Estava tudo certo para que Thony Anderson permanecesse no Grêmio, clube com o qual tinha contrato de empréstimo até o fim do último ano. O jovem atacante teria os direitos adquiridos pelo clube de Porto Alegre.

Entretanto, por conta do assédio gremista sobre Thiago Neves, a situação recuou. O vice-presidente de futebol do Cruzeiro, Itair Machado, deixou claro que queria a volta do atleta em detrimento da liberação do camisa 30.

O UOL apurou que o dirigente cruzeirense só aceita a manutenção de Thony Anderson no Grêmio se houver desistência dos gaúchos pela contratação de Thiago Neves, o que ainda não aconteceu, já que o experiente meia-atacante é um pedido de Renato Portaluppi.

Futebol