PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ronaldinho passou por 3 continentes desde ordem de entregar passaporte

Mesmo com ordem de apreensão do passaporte, Ronaldinho viaja ao Marrocos - Reprodução/Instagram
Mesmo com ordem de apreensão do passaporte, Ronaldinho viaja ao Marrocos Imagem: Reprodução/Instagram

Felipe Pereira e Karla Torralba

Do UOL, em São Paulo

07/11/2018 04h00

A ordem da Justiça do Rio Grande do Sul para que o passaporte de Ronaldinho Gaúcho seja apreendido não está impedindo que o jogador mantenha sua rotina de viagens pelo mundo. Desde que a medida foi determinada na última semana, o ex-jogador já visitou três continentes: Ásia, Europa e mais recentemente, África.

Ronaldinho Gaúcho terá que entregar seu passaporte quando voltar ao Brasil por causa de uma condenação por crime ambiental que obriga a pagar R$ 8,5 milhões. A Polícia Federal foi notificada sobre a restrição do ex-jogador. O protocolo é que o documento seja apreendido em qualquer aeroporto do país.

O ex-atleta, no entanto, não tem previsão de retorno ao Brasil. O próximo compromisso marcado no país é um jogo festivo no dia 9 de dezembro contra o time do também ex-jogador Denilson. Enquanto isso, Ronaldinho continua viajando para compromissos comerciais.

Quando a ordem de que Ronaldinho Gaúcho deveria entregar o passaporte à Justiça brasileira saiu, o ex-jogador estava em Tóquio, no Japão, em um evento da sua patrocinadora Nike. Logo depois o destino foi a França.

Ronaldinho Gaúcho - Reprodução Instagram - Reprodução Instagram
Imagem: Reprodução Instagram
Ronaldinho apareceu em um vídeo postado por MC Guimê em uma festa, em Paris. “Aê rapazeada, é Guimê e R10 em Paris”, disse o cantor.

A última parada de Ronaldinho Gaúcho foi Marrocos. O ex-jogador postou uma foto com a bandeira do país na tarde da última terça (06). A ordem da Justiça, inclusive, foi citada nos comentários dos seguidores do astro.

“Ronaldinho, se precisar de um empréstimo para resolver sua situação na justiça só falar comigo", brincou um seguidor. “O bruxo viaja até sem passaporte kkkkkk", escreveu outro. “Você não está falido?”, questionou o fã, ao se referir sobre a quebra do sigilo bancário que mostrou que o craque tinha apenas R$ 24,63 na conta, insuficiente para quitar a dívida.

O astro terá que voltar à Europa nos próximos dias para um jogo festivo em Frankfurt, na Alemanha, dia 17 de novembro.

Advogado diz que recorreu

Em contato com a reportagem, o advogado do ex-jogador, Sérgio Queiroz, disse que recorreu contra a ordem de apreensão do passaporte, mas não quis dizer quais argumentos foram utilizados para tentar derrubar a ordem judicial.

O defensor também se negou a responder outras questões como o motivo de Ronaldinho Gaúcho estar há quase quatro anos sem cumprir uma sentença por crime ambiental e por que deixou o processo correr à revelia. Ou seja, o ex-melhor do mundo abriu mão de se defender.

A Justiça determinou a medida três anos e oito meses depois do não-cumprimento de sentença por crime ambiental, em Porto Alegre. O astro e seu irmão, Roberto de Assis, devem mais de R$ 8,5 milhões entre multas e indenizações pelo caso.

Futebol