PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Volta de Willian traz "dor de cabeça" para Cuca: onde encaixar Dudu?

Dudu voltou ao time titular na segunda, mas Willian, após suspensão, está liberado  - Thiago Calil/PhotoPress/Estadão Conteúdo
Dudu voltou ao time titular na segunda, mas Willian, após suspensão, está liberado Imagem: Thiago Calil/PhotoPress/Estadão Conteúdo

Danilo Lavieri e José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

21/09/2017 04h00

Abdicar do artilheiro da temporada? Do capitão? Ou da tentativa do novo estilo para ter Willian e Dudu juntos no time titular? Cuca enfrenta um dilema na preparação para o jogo de domingo, contra o Fluminense, no Maracanã. Com o retorno do “Bigode” após suspensão, o treinador tem mais três dias para resolver a importante questão: afinal, como encaixar o camisa 7 e o grande goleador do Palmeiras em 2017 juntos?

Pelo menos nos números, Willian se mostra o mais eficiente atacante da equipe na temporada, ainda mais em comparação ao recém-chegado Deyverson e ao antigo badalado Miguel Borja. São 15 gols no ano e atuações decisivas em “jogos grandes”, como no clássico contra o São Paulo e no desafio contra o Peñarol, no Uruguai.

Willian é peça fundamental no Palmeiras de “posse de bola” implantado por Cuca nas últimas semanas, atuando como atleta mais próximo do centroavante Deyverson. Neste sistema, Alejandro Guerra, Moisés, Tchê Tchê e Jean foram o setor de meio-campo, responsável por cadenciar e controlar mais o jogo palmeirense.

Dudu surge como um atleta de velocidade e jogada individual pelo lado esquerdo, justamente a posição ocupada por Willian nos últimos jogos. Com Cuca, porém, o capitão também atuou mais no meio-campo e aberto pelo lado direito. As características, no entanto, diferem-no de Guerra.

Para sustentar o “novo Palmeiras”, Cuca terá de escolher entre Willian ou Dudu para atuar aberto e se aproximar de Deyverson, hoje titular absoluto como referência. Para ter o artilheiro e o capitão, o comandante retornaria ao padrão antigo, já testado novamente diante do Coritiba, na última segunda-feira.

Na vitória por 1 a 0, Cuca surpreendeu ao escalar Keno como titular na vaga de Alejandro Guerra e abdicar do estilo de jogo mais cadenciado com o venezuelano. Caso ratifique o retorno do “velho Palmeiras”, de velocidade, Dudu encaixa pela beirada do campo, com Willian do outro.

O dilema de Cuca foi tema na entrevista concedida pelo “Bigode” na última terça-feira. O artilheiro evitou cobrar o retorno imediato ao time titular e comemorou a “concorrência” com o capitão, que, contra o Coritiba, foi titular pela primeira vez desde a lesão na coxa esquerda ocorrida na eliminação da Libertadores, em agosto.

“Estou voltando de suspensão, mais importante é que o Cuca tem todo mundo à disposição. Importante é estar todo mundo bem, cabe ao Cuca decidir. Uma semana cheia para trabalhar depois de uma vitória. Todo mundo está se sentindo importante, todos têm de estar bem preparados para poder ajudar”, afirmou Willian.

O Palmeiras retorna ao trabalho na tarde desta quinta-feira, na Academia de Futebol. Com 40 pontos, a equipe alviverde ocupa a quarta colocação na tabela do Campeonato Brasileiro. O próximo compromisso, diante do Fluminense, apresentará, afinal, onde Cuca encaixará Dudu junto com Willian.

Futebol