PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Prata da casa do PSG já parou Messi e provoca rodízio com brasileiros 

João Henrique Marques

Do UOL, em Paris

31/08/2017 04h00

Nesta temporada, será comum ver Thiago Silva e Marquinhos no banco de reservas do Paris Saint-Germain. Tudo por conta da ascensão do francês de 22 anos, Presnel Kimpembe. Os zagueiros brasileiros já foram avisados de que um rodízio na titularidade será provocado para dar cada vez mais espaço ao defensor formado no clube.

Kimpembe é nascido nos arredores de Paris. A chegada no clube aconteceu aos 10 anos de idade. Considerado um sucesso nas categorias de base, ganhou a primeira chance no profissional aos 19 anos, em 2014, nas mãos do então treinador Laurent Blanc.

O espaço para Kimpembe em muito se deve ao sucesso obtido na vitória por 4 a 0 contra o Barcelona, em Paris, na partida de ida das quartas de final da Liga dos Campeões, na temporada passada. Foram 4 desarmes, sendo dois deles precisos sobre Lionel Messi. O zagueiro não cometeu nenhuma falta.

"Ele tem essa elegância, joga com facilidade. Se trata de um jogador realmente moderno, que se preocupa em construir a jogada desde o campo de defesa", comentou Marquinhos após o jogo.

O confronto contra o Barcelona foi justamente a único experiência de Kimpembe em duelo de Liga dos Campeões. Isso aconteceu, pois Thiago Silva foi cortado minutos antes do jogo por reclamar de dores musculares. No histórico 6 a 1 do Barça no Camp Nou, a dupla de zagueiros do PSG voltou a ser Thiago Silva e Marquinhos.

"Não é questão de questionar os brasileiros. O Kimpembe já mostrou que merece o espaço e isso vai ter", destacou recentemente o treinador espanhol do PSG, Unai Emery.

E a prova foi dada logo no início da temporada. Na vitória contra o Toulouse por 6 a 2 pela terceira rodada do Campeonato Francês, Kimpembe foi o escolhido para a dupla de zaga com Thiago Silva. No duelo seguinte, a vitória por 3 a 0 contra o Saint-Étienné, esteve ao lado de Marquinhos como titular.

“Sinto que vou jogar cada vez mais e isso é importante para ter a confiança. Aqui eu disputo a posição com os melhores defensores do mundo e ainda estou em fase de aprendizado com eles”, disse o humilde Kimpembe.

Futebol