PUBLICIDADE
Topo

Futebol

De pizzaria a pisos laminados. Perdigão, ex-Inter, investe fora do futebol

Perdigão, 39 anos, foi campeão da Libertadores e do Mundial de Clubes com o Inter - Folhapress
Perdigão, 39 anos, foi campeão da Libertadores e do Mundial de Clubes com o Inter Imagem: Folhapress

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

25/08/2016 06h00

Cleiton Eduardo Vicente curte a vida em Curitiba sem pressa. No armário de casa estão medalhes dos maiores títulos da história do Internacional e na agenda o futebol, atualmente, só aparece como hobby. Perdigão, 39 anos, virou empresário e investe em diversas áreas. O mundo da bola não está entre elas.

Desde que se aposentou, o ex-meia de Inter, Vasco, Corinthians e Paraná procura boas oportunidades para fazer seu dinheiro se multiplicar. E no portfólio estão negócios bem distintos.

“Eu tenho um empreendimento de piso laminado, com um sócio, no Paraná. Já tive pizzaria por um tempo, mas não deu. Eu comi todas as pizzas”, brinca.

O jeito irreverente é a marca registrada de Perdigão. Assim como o cabelo. Os cachos renderam um bom papo com Eurico Miranda, logo quando chegou ao Vasco e segue intactos até os dias atuais. A forma física já foi para o espaço, mas o pé de meia não.

“Tem gente que futebol é só maravilha, só tem milionário e coisa e tal. Isso é um engano. Consegui dar um endereço certo para as coisas e com minha família, temos uma vida equilibrada. Consegui um resguardo”, comenta.

Além dos negócios como comerciante, Perdigão tem um projeto social para crianças e jovens. E no futuro, não descarta voltar ao futebol em outra função. Ele já até começou a se preparar.

“Eu toco projetos fora do futebol hoje, mas estou fazendo cursos e buscando conhecimento sobre o futebol fora das quatro linhas. A ideia é criar uma consultoria para atletas jovens”, explica.

Contratado pelo Internacional em 2005, após se destacar pelo 15 de Novembro de Campo Bom, Perdigão fez parte do elenco campeão da Copa Libertadores e do Mundial de Clubes do ano seguinte.

Futebol