PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Como o Cruzeiro frustra Corinthians em novo contrato com atacante Lucca

Lucca tem sido o principal corintiano na fase de grupos da Copa Libertadores - REUTERS/Paulo Whitaker
Lucca tem sido o principal corintiano na fase de grupos da Copa Libertadores Imagem: REUTERS/Paulo Whitaker

Dassler Marques e Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo e Belo Horizonte

29/03/2016 15h32

O Corinthians já tem acordo com Criciúma e Cruzeiro para assinar um contrato de longa duração com o atacante Lucca, cujo empréstimo se encerra no fim de maio. A informação foi divulgada pelo diário Lance e confirmada pelo UOL Esporte.

A divisão de direitos econômicos, entretanto, não será exatamente como o Corinthians gostaria de início.

Em relação ao Criciúma, houve acordo para a compra de 50% dos direitos econômicos por cerca de R$ 4 milhões. O clube catarinense terá direito a 15% de uma futura venda do jogador de 26 anos.

A negociação com o Cruzeiro é que não teve o desfecho desejado. Por valores não revelados, o clube mineiro concordou em assinar a transferência de Lucca para o Corinthians e ceder 10% dos 35% de direitos econômicos a que tinha direito.

Até segunda-feira, a direção corintiana tentava convencer o Cruzeiro a ceder um percentual maior, de 15% a 20% de Lucca. Mas, como sinal de que não estava disposto a tanto, o próprio clube mineiro divulgou que havia acordado a venda de 10%. Agora, resta apenas o acerto salarial e de tempo de contrato para que o novo vínculo seja assinado.

Maior porcentagem de direitos econômicos é prioridade do Corinthians

O presidente Roberto de Andrade, que tratou pessoalmente da operação, tem como uma das prioridades em relação ao departamento de futebol aumentar a participação do Corinthians em relação aos direitos econômicos do elenco. Nas administrações anteriores, das quais ele fez parte, se convencionou possuir porcentagens de 50% ou menos, como nos casos das vendas de Malcom, Renato Augusto e Petros, por exemplo.

Dos jogadores contratados para a atual temporada, Giovanni Augusto é 60% do Corinthians, Guilherme e Balbuena são 100% e o centroavante André é 80%, entre outros. Na negociação de renovação do volante Maycon, promessa das divisões de base, o clube conservou fatia de 80%.

No caso de Lucca, o contrato deve ser assinado com a seguinte divisão: 60% para o Corinthians, 15% para o Criciúma e 25% para o Cruzeiro.

Futebol