PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Dirigente preso com Marin admite ter recebido suborno na Fifa

Rafael Callejas sai de tribunal em Nova York - Lucas Jackson/Reuters
Rafael Callejas sai de tribunal em Nova York Imagem: Lucas Jackson/Reuters

Do UOL, em São Paulo

28/03/2016 15h38

Rafael Callejas, ex-presidente de Honduras e da Federação Hondurenha de Futebol, se declarou culpado nesta segunda-feira (28) das acusações feitas a ele no escândalo de corrupção da Fifa. Segundo a AFP, o ex-dirigente de 72 anos admitiu as acusações de receber subornos entre março de 2011 e janeiro de 2013 em um tribunal nova-iorquino.

Na Fifa, Callejas fez parte do Comitê de Marketing e Televisão, órgão responsável por esboçar e implementar os contratos entre a federação e os parceiros de marketing e televisão e analisar estratégias para ambas as áreas.

Enquanto atuou no comitê, ele recebeu US$ 1,6 milhão, motivo das acusações de fraude, extorsão e lavagem de dinheiro colocadas contra o ex-dirigente, detido junto a José Maria Marin em novembro de 2015. Sua punição deve ser anunciada em agosto deste ano.

Futebol