PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Clubes se unem para pedir mudanças na logística da CBF

Avião da Gol que foi usado para transporte da seleção brasileira na Copa de 2014 - Divulgação
Avião da Gol que foi usado para transporte da seleção brasileira na Copa de 2014 Imagem: Divulgação

Danilo Lavieri e Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

15/03/2016 15h28

Clubes de todas as divisões do futebol brasileiro estão insatisfeitos com as condições dadas pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para as viagens feitas pelos times para a disputa das competições nacionais.

Em reunião da Abex (Associação Brasileira de Executivos do Futebol) na última segunda-feira (14), na sede da FPF (Federação Paulista de Futebol), dirigentes discutiram medidas que serão encaminhadas para CBF na próxima sexta-feira (18), em reunião no Rio de Janeiro.

O principal problema tem sido com as opções de viagens dadas aos clubes. Segundo os dirigentes, a CBF nega os pedidos deles por voos em horários diferentes. A justificativa da entidade, ainda de acordo com os clubes, é que a Gol Linhas Aéreas diz não aos pedidos, forçando que as delegações façam a viagem fora do planejamento ideal. 

"Muitas vezes, achamos voos diferentes, em horários melhores e pedimos, mas somos informados pela CBF que esses voos não poderão ser usados por nós. Mas sempre conseguimos ver pelo sistema que haveria vagas. Seria muito melhor o jogador ficar na cidade, dormir e ter um descanso melhor do que voltar em plena madrugada", explicou o diretor executivo do Bahia, Nei Pandolfo.

"Às vezes, o jogo com transmissão da TV acaba por volta da 0h. Os jogadores vão chegar no hotel 1h e precisam acordar 4h, 5h para viajar. Isso quebra a recuperação deles e aumenta a chance de lesão. Perdem os jogadores, os times e a torcida, porque perde o espetáculo como um todo", completou. 

Ao UOL Esporte, a CBF informou que ela é a responsável pela emissão das passagens após uma conversa com os dirigentes dos clubes, mas admitiu que poderá fazer mudanças neste sistema caso identifique essa necessidade após a reclamação dos clubes. A Gol Linhas Aéreas, por sua vez, disse que não interfere na escolha das passagens e apenas repassa os bilhetes solicitados. 

MUDANÇA NA DIVULGAÇÃO DA TABELA TAMBÉM EM PAUTA

Pandolfo também leva em conta outras medidas que poderiam ser tomadas pela CBF que facilitarão a vida dos clubes, além da questão com a escolha do vôo.

Basicamente, elas atingiriam a forma com que a entidade divulga e prepara a tabela dos campeonatos.

"A tabela hoje é anunciada com pouca antecipação. A cada cinco rodadas a gente recebe a notícia de como vão ser os jogos. Além disso, os times podem jogar duas rodadas fora para já aproveitar a viagem, como atuar em Santa Catarina e em São Paulo e só depois voltar para casa. Não é só time da Série B e C que sofrem com isso. Na Série A, o Santa Cruz e Sport vão sofrer, o Inter e o Grêmio estão bem ao sul e também vão sofrer. Então seria algo para ajudar a todos", completou. 

Futebol