PUBLICIDADE
Topo

Apoio de Neymar funciona até pra amiga ser bem votada em eleição

Juliana Alencar

Do UOL, em São Paulo

03/11/2015 06h00

Amiga de Neymar e namorada de um dos melhores amigos do craque do Barcelona. Quem acompanha a rotina de Bianca Coimbra Martins de Aguiar, de 25 anos, nas fotos de amigos no Instagram, vê registros de momentos comuns a jovens da idade dela, como viagens e encontros com os amigos, alguns com a presença do craque do Barcelona. A partir de janeiro, ela será um dos 15 conselheiros tutelares que atuarão em Santos pelos próximos quatro anos. Com o apoio do jogador, Bianca foi a candidata mais votada nas eleições do último dia 4.  

Qualquer pessoa com um título de eleitor na cidade pôde votar. Bianca levou espontaneamente 931 pessoas às urnas, mais que o dobro do número de votos do último eleito. Menos de uma semana antes do pleito, Neymar havia publicado o "santinho" da candidatura da jovem. Teve mais de 300 mil curtidas.
 
Com a eleição, Bianca foi criticada por sustentar sua candidatura mobilizando sua rede de contatos e teve até bate-boca nas redes sociais. A crítica ocorre entre ex-conselheiros tutelares, que veem hoje os cargos loteados entre forças políticas. Leva quem tem mais contatos. Não houve, no entanto, nenhuma contestação formal à candidatura.
 
Bianca vai assumir o cargo no dia 11 de janeiro. Vai ganhar pouco mais de R$ 4.200 por mês para atuar na cidade garantindo o cumprimento das leis em favor de menores. Deverá trabalhar 40 horas semanais e, segundo a legislação, não poderá exercer outra atividade remunerada.
 
Fãs de jogador defendem
 
No Instagram, a discussão sobre a eleição de Bianca Coimbra mobilizando rede de contatos e apoio do craque ganhou tons polêmicos (imagem da galeria mostra críticas). Namorado da jovem, Cristian Guedes bateu boca com seguidores que sugeriram que ela ganhou a vaga "na aba de Neymar". Até fãs do atleta compraram a briga e saíram em defesa dela.   
 
Para o órgão responsável pelo processo eletivo dos conselheiros tutelares de Santos, não há motivos para contestar a eleição de Bianca. Além do resultado das urnas, ela apresentou todos os documentos necessários para se candidatar à vaga e teve bom desempenho na prova de conhecimentos do ECA, o Estatuto da Criança e do Adolescente.
 
Segundo o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) de Santos, ela comprovou os três anos de trabalhos com crianças e adolescentes, indispensável para aprovação da candidatura, com um atestado assinado pela ONG Minha Comunidade, que usa o esporte como meio de inclusão social.
 
O fundador da instituição, que atua numa escola pública numa região carente de Santos, é Alex Tadeu Alves Rosa, ex-professor da escolinha São Paulo Futebol Center, em Santos, e conselheiro tutelar que cumpre mandato até o fim deste ano. De acordo com o documento apresentado na candidatura, Bianca atuava dando assistência às famílias das crianças atendidas pela ONG.
 
Bianca se formou em Direito pelo Mackenzie, em São Paulo. Até 2012, trabalhou numa corretora de valores, também na capital. Depois que deu à luz seu único filho, em 2013, criou um blog no qual fala sobre os desafios da maternidade. O site é financiado com ajuda de parceiros, como a Nestlé. 
 
Edmir Santos Nascimento, vice-presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Santos, reconhece que o perfil dos candidatos a conselheiro tutelar tem mudado ao longo dos últimos anos.
 
"Cada vez vemos pessoas mais jovens se elegendo. É uma realidade", observa. "Você pode argumentar se uma pessoa tem ou não maturidade para assumir um cargo como esse. Mas isso é algo subjetivo, que não é avaliado durante o processo".   
 
Procurada pelo UOL Esporte, Bianca Coimbra não retornou aos pedidos de entrevista. 

Futebol