PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Doriva diz que Michel "não se conteve" ao mandar torcida do SP ficar quieta

Guilherme Palenzuela

Do UOL, em São Paulo

31/10/2015 18h34

O meia Michel Bastos teve atitude incomum durante a vitória do São Paulo sobre o Sport, neste sábado (31), pelo Brasileirão. Após marcar o terceiro gol do São Paulo no jogo, o jogador correu na comemoração passando pelo setor das torcidas organizadas do clube e terminando na torcida do Sport segurando o dedo indicador em frente à boca, em sinal de silêncio, ou "cala boca". Antes de terminar a celebração do gol, ele deu um giro ainda pedindo silêncio. 

Doriva disse, ao término do jogo, que o jogador não conseguiu se conter. "A gente sabe que os nervos estão à flor da pele. Realmente não é fácil, principalmente no primeiro jogo pós eliminação. Michel não se conteve, infelizmente, mas é o que eu disse... Torcedor está chateado como nós, o bom é que a gente teve uma excelente performance com uma equipe muito qualificada", disse o treinador.

Minutos antes parte da torcida são-paulina pediu a entrada do atacante Rogério. Michel Bastos, até então, não fazia boa partida. A atitude de Michel Bastos causou revolta em alguns torcedores, que o criticaram. Cinco minutos depois de marcar o gol e comemorar, o técnico Doriva tirou Michel Bastos de campo e colocou o próprio Rogério no jogo. 

Em outros momentos, Michel Bastos chegou a ser orientado para que tivesse mais cuidado com comportamento que poderia parecer de confronto com a torcida. O meia já falou publicamente sobre salários atrasados, de substituição realizada pelo ex-treinador Juan Carlos Osorio e falou que gostaria de jogar sempre em sua posição preferida, como meia atacante.

Futebol