PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Inter recusa proposta do Marseille e pede R$ 54 mi por Aránguiz

Além do time francês, Bayer Leverkusen e Chelsea estão interessados no volante - Cristiano Andujar/Getty Images
Além do time francês, Bayer Leverkusen e Chelsea estão interessados no volante Imagem: Cristiano Andujar/Getty Images

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

24/07/2015 12h24

O Internacional recebeu e recusou a primeira proposta oficial por Charles Aránguiz. O interesse no papel foi do Olympique de Marseille, da França. Além de rechaçar a investida da equipe treinada por Marcelo Bielsa, o Colorado ainda definiu o valor que deseja pelo volante: 15 milhões de euros, o equivalente a R$ 54,7 milhões. Bayer Leverkusen e Chelsea são os outros candidatos, mas que ainda não entraram em contato com o clube gaúcho.

A oferta dos franceses foi apresentada entre os dois jogos contra o Tigres-MEX, pela semifinal da Copa Libertadores, e acabou sendo recusada por conta do valor. As cifras foram consideras baixas tanto para o Inter como para o jogador.

Se o Marseille perdeu força, o Leverkusen aparece no lado oposto. O time alemão já sondou Inter e Aránguiz e tabula a proposta oficial para levar o camisa 20 do Colorado e da seleção do Chile.

Além do time alemão, o Chelsea tem interesse em Aránguiz. Após a Copa do Mundo do ano passado, o clube inglês chegou a contatar o Internacional para tentar a compra do jogador, mas o negócio não evoluiu. No começo do mês, tabloides de Londres chegaram a dar a transferência do chileno como certa. Mas até agora nenhuma proposta foi apresentada.

Da Inglaterra também surge uma outra proposta, mas esta de pronto rechaçada. Um grupo de investidores bancaria 12 milhões de euros (R$ 43,7 milhões) para colocar Aránguiz na Premier League. O clube, a ser usado como trampolim dentro do campeonato, é o Leicester.

Contratado em definitivo às vésperas da Copa do Mundo do ano passado, Aránguiz tem parte dos direitos econômicos ligados ao empresário Delcir Sonda. Atualmente, o Inter detém 30% do jogador, mas com cláusula que permite compra de mais 20% em até 24 meses. Esta opção será executada pelo clube na hora da transferência para aumentar a quantia que fica no Beira-Rio.

Futebol