PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Tevez ri de polêmica com Messi e admite erro em postura que o tirou da Copa

Tevez treina junto com a seleção argentina para a Copa América - TELAM
Tevez treina junto com a seleção argentina para a Copa América Imagem: TELAM

Do UOL, em São Paulo

12/06/2015 13h10

De fora da lista de convocados da seleção argentina desde a Copa América de 2011, Tevez voltou a ter oportunidades com a chegada de Tata Martino ao comando técnico. Quatro anos mais maduro e se preparando para disputar o torneio mais uma vez, o atacante da Juventus admite que errou em sua postura no passado, que o fez ficar de fora da Copa do Mundo de 2014.

“De estar tantos anos na seleção, não tinha noção da dimensão ou da importância do que era a seleção. Então, quando você fica fora, se dá conta do quanto vale isto e o que significa estar aqui. Esse foi meu maior erro: pensar que era normal e não me dar conta de que era um prêmio. Hoje vejo (a convocação) como um prêmio ao sacrifício e ao que é feito dentro de campo”, explicou Tevez ao jornal argentino “Clarín”.

"Quando você está dentro, parece tudo normal, mas quando fica fora, a ficha cai. Ela caiu antes da Copa do Mundo, mas o Mundial somou um pouco mais de carga ao que sentia", continuou Tevez. “Hoje disfruto muito mais (da seleção). Disfruto de outra maneira, trato de aproveitar tudo: os companheiros, vestiário, estar aqui, tudo. Até as menores coisas, como colocar a roupa da seleção para ir treinar”, continuou.

Desde a Copa América de 2011, quando errou um dos pênaltis que eliminou a Argentina, Tevez não teve chances com o então técnico Alejandro Sabella. Um dos motivos especulados seria uma possível má relação com Messi, algo desmentido tanto pelo jogador do Barcelona quanto por Tevez.

“Dou risada junto com o Messi de tudo o que é dito. Conversamos naturalmente, como na final da Liga dos Campeões. Também nos encontramos depois da Copa do Mundo, nos abraçamos e ficamos falando por duas horas sobre o mundo do futebol. O conheço muito bem e ele a mim desde o início. Eu sei como falar com ele e ele sobre como me controlar. Isso faz que confiemos um no outro. Tudo o que dizem é coisa da imprensa. É que isso vende, mas a única que acaba sendo prejudicada é a seleção”, explicou.

A Argentina está no Grupo B da Copa América. A equipe comandada por Tata Martino fará sua estreia no torneio no sábado (13), contra o Paraguai.

Futebol