PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Após depoimento, torcedor que jogou banana em Daniel Alves é solto

Do UOL, em São Paulo

30/04/2014 09h46

O torcedor do Villlarreal que jogou uma banana na direção de Daniel Alves, durante jogo contra o Barcelona, foi solto nesta quarta-feira após prestar depoimento para a polícia. Ele havia sido detido pela manhã, mas ficará "em liberdade com encargos" enquanto o juiz do processo decide se dará seguimento ou arquivará o caso.

Se for declarado culpado, poderá pegar até 3 anos de prisão. Segundo o jornal El Mundo, trata-se de David Campayo Leo, de 26 anos. Veja imagem abaixo.

"Ele foi enquadrado no artigo 510 do Código Penal, relativo àqueles que provoquem a discriminação, o ódio ou a violência contra grupos ou associações por motivos racistas", explicou David Barelles, subdelegado do Governo de Castellón.

O próprio Villarreal já havia identificado o torcedor. O clube decidiu puni-lo com a perda do seu carnê de sócio e com a proibição de voltar a assistir à qualquer partida do time no estádio 'El Madrigal' para o resto de sua vida.  

David Campayo Leo, 26 anos - Reprodução/El Mundo
David Campayo Leo, 26 anos
Imagem: Reprodução/El Mundo

Daniel Alves também comentou o assunto e disse que banir o torcedor do estádio não seria a melhor ideia: "Se pudesse, eu pegaria a foto e colocaria publica só para envergonhar, banir não é solução. Estaria pagando mal com mal, tem de educar as pessoas e não tentar banir ele do futebol".

O UOL Esporte ouviu o Villarreal após identificar o torcedor. O clube disse que o mesmo disse estar ciente do dano causado à instituição e avisou ter cometido um ato impulsivo. 

Futebol