Topo

Futebol


Caipisaquês, ensaio nu e conquistas marcam 5 anos de Fred no Fluminense

Rodrigo Paradella

Do UOL, no Rio de Janeiro

15/03/2014 06h00

Aos 30 anos, Fred completa cinco anos defendendo o Fluminense neste sábado, aniversário de sua estreia que aconteceu no dia 15 de março de 2009, na vitória contra o Macaé por 3 a 1, no Maracanã, pelo Campeonato Carioca daquele ano. Os dois gols daquela partida foram os primeiros de 114 pelo Tricolor, e o ponto de início para algumas polêmicas fora dele.

O UOL Esporte coletou dez episódios marcantes nestas cinco temporadas de Fred no Fluminense, com direito a polêmica dos caipisaquês em um bar da Zona Sul do Rio de Janeiro, um ensaio nu para um jornal carioca e muitas conquistas dentro de campo, como dois títulos brasileiros (2010 e 2012), um Campeonato Carioca e prêmios individuais.

1 – Os 28 caipisaquês com Rafael Moura

Em agosto de 2011, Fred se envolveu naquela que talvez tenha sido sua maior polêmica nestes cinco anos de Fluminense. Ao lado de Rafael Moura, o camisa 9 bebeu caipisaquês em um bar do Rio. Dias depois, foi acusado de beber 60 doses da bebida, mas, depois, provou ter consumido “apenas” 28 drinks.

2 – Lado galanteador em alta após xaveco no trânsito

Fred viu seu lado galanteador bombar na internet após um vídeo seu xavecando e beijando uma motoqueira no trânsito vazou no YouTube, em fevereiro de 2013. O caso foi tratado com bom humor com o camisa 9 e a bela acabou tendo seus 15 minutos de fama.  A cantada “O que você faz, além de sucesso?” ganhou fama entre a torcida.

3 – Nova postura e idas à igreja

Após se destacar como galanteador, o atacante mudou a postura em 2014. Fred mostrou um lado mais sossegado em aparições com sua namorada em público e idas constantes à Comunidade Evangélica Internacional da Zona Sul, uma igreja do Rio de Janeiro. Ele, no entanto, negou que isso tivesse qualquer ligação com sua ida à Copa do Mundo.

4 - Fred 'demite' médico em coletiva

Em um dos momentos mais tensos de sua passagem pelo Fluminense, Fred atacou publicamente o médico Michael Simoni, em 2010, sobre um lesão da qual teria sido liberado precoce. Após uma agressiva coletiva de imprensa concedida pelo atacante, Simoni pediu demissão e culpou o camisa 9 pela saída.

5 – Lesões e críticas por ausências

Em cinco anos de Fluminense, Fred acumulou lesões musculares e ausências pelo Tricolor. Os problemas foram responsáveis pelas principais críticas que recebeu neste período. Os torcedores reclamam de suas contusões em momentos importantes para a equipe, como a reta final do último Campeonato Brasileiro.

6 – ‘Churrasco’ com Loco Abreu

Em fevereiro de 2011, Fred se envolveu em discussão com Loco Abreu durante clássico com o Botafogo pelo Campeonato Carioca. Após a partida, o uruguaio brincou e disse que o camisa 9 o tinha convidado para um churrasco. Bem humorado, o centroavante tricolor aceitou o convite, mas somente em caso de vitória do time no próximo confronto.

7 – Ensaio nu para jornal carioca

Um dos momentos mais inusitados de Fred pelo Fluminense aconteceram justamente sem camisa alguma. O atacante aceitou o convite do jornal Extra e posou para um ensaio sensual no diário. Em uma das fotos, o camisa 9 aparecia apenas com uma bola, sem qualquer peça de roupa.

8 – Bicampeão brasileiro e artilheiro em 2012

As conquistas não foram poucas nestes cinco anos. O atacante ganhou dois Campeonatos Brasileiros pelo Fluminense, em 2010 e 2012, além da artilharia da competição no segundo título. Ele ainda entrou duas vezes na seleção da competição nacional e venceu um Campeonato Carioca, em 2012.

9 – Duas vezes o fantasma do rebaixamento

Embora tenha participado de muitas conquistas, Fred também quase participou de duas grandes decepções pelo Fluminense. Em 2009, conseguiu uma arrancada fenomenal que salvou a equipe da provável queda. Já no ano passado, o Tricolor chegou a chorar o rebaixamento, mas viu a vaga na Série A recuperada após disputa nos tribunais.

10 – Polêmica de pai com técnico da seleção brasileira

Mesmo sem fazer nada, o atacante viu o circo pegar fogo após a conquista do título da Taça Guanabara de 2012. O pai de Fred, seu Juarez, revelou que o camisa 9 teria fingido uma lesão muscular para não servir à seleção brasileira comandada por Mano Menezes na época. A declaração, é claro, não agradou nem um pouco o treinador.

Mais Futebol