PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Santos quer saber se foi lesado por Neymar durante negociação

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

31/01/2014 06h00

Apesar da reunião entre o Comitê Gestor do Santos e o pai de Neymar na noite da última terça-feira, na Vila Belmiro, as duas partes não estão alinhadas. O UOL Esporte apurou que a cúpula alvinegra pretende acionar um escritório de advocacia na Europa para saber se o clube foi lesado em relação ao acordo realizado entre o Barcelona e o staff de Neymar.

O primeiro passo que será tomado pelo Comitê Gestor do Santos é convocar uma reunião do Conselho Deliberativo para daqui a dez dias. Após receber a aprovação dos conselheiros, a diretoria santista vai acionar um advogado internacional que seja especialista em transferência esportiva e direito esportivo.

Os dirigentes do Santos pretendem descobrir se consta no contrato que a N&N, empresa que agencia a imagem de Neymar, que o staff do atleta recebeu 40 milhões de euros pelos direitos econômicos do jogador. Se ficar comprovado que sim, o Comitê Gestor promete acionar o pai do jogador, Neymar da Silva Santos, na Justiça.

Integrantes da diretoria alvinegra alegam que não pretendem acionar a Fifa e nem o Barcelona, da Espanha. A intenção é saber se o clube ainda tem algum valor a receber na negociação que levou o jogador a Europa.

O Santos pediu ao pai de Neymar para mostrar o contrato da N&N com o Barcelona. No entanto, ele alegou que o documento tem uma cláusula de confidencialidade e se recusou a mostrá-lo à cúpula alvinegra.

Na reunião da última terça, que também contou com a presença de Pedro Luiz Nunes Conceição e Luciano Moita, membros da antiga formação da cúpula do clube, Neymar pai demonstrou preocupação ao revelar cláusulas adicionais do contrato do jogador com o Barcelona – a prioridade de contratar revelações do clube, por exemplo.

O pai do jogador já tem duas dívidas em aberto com a Receita Federal, segundo informou o Ministério Público Federal de Santos. Desde agosto de 2013, o empresário, proprietário da N&N Consultoria Esportiva e Empresarial Ltda, está sendo investigado pelo MPF por conta de problemas com o fisco.

A transferência de Neymar, que trocou o Santos pelo Barcelona no meio do ano passado, tem sido motivo de enorme polêmica. O caso já causou a renúncia de Sandro Rosell, que ocupava a presidência da equipe catalã.

No total, a transferência de Neymar custou 86,2 milhões de euros (cerca de R$ 286 milhões) aos cofres do Barcelona. Na última terça-feira, o pai do jogador admitiu ter recebido 40 milhões de euros (cerca de R$ 133 milhões) pela negociação.

TÁ POR FORA? JUCA ANALISA E CONTA QUEM SE DEU BEM NO CASO NEYMAR

Futebol