PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Patrocinadores pressionam para antecipar estreia de Neymar no Barcelona

Atacante brasileiro Neymar pode ter sua estreia pelo Barcelona antecipada - David Ramos/Getty Images
Atacante brasileiro Neymar pode ter sua estreia pelo Barcelona antecipada Imagem: David Ramos/Getty Images

Fernando Duarte

Do UOL, em Londres (ING)

26/07/2013 14h13

Nem bem se apresentou ao Barcelona, Neymar já se vê envolvido numa polêmica, ainda que à revelia. Os organizadores do amistoso do Barcelona contra o Lechia Gdansk, remarcado do último sábado para a próxima terça-feira, na cidade portuária polonesa, pressionam o clube catalão para que o brasileiro entre em campo na PGE Arena, o que tiraria do amistoso do próximo dia 2 com o Santos, no Camp Nou, a honraria de marcar sua estreia com a camisa azul-grená.

O UOL Esporte apurou que a participação de Neymar fez parte das negociações entre a agência de marketing esportivo PSP e o Barcelona depois de o clube catalão ter pedido o cancelamento da partida original em função do anúncio da saída por motivos médicos do treinador Tito Villanova. A promoção do jogo na Polônia, pelo qual a PSP pagou uma cota de 1,5 milhão de euros, por sinal, está sendo feita como a primeira partida da dupla Messi-Neymar. 

O brasileiro, assim como os jogadores do Barcelona que participaram da Copa das Confederações, só se apresenta segunda-feira. Mas a assessoria de imprensa do clube confirmou que o ex-santista viaja com o time para Gdansk e que poderá ser utilizado caso o novo treinador do Barça, Tata Martino, assim o deseje. O rumor circulando na mídia catalã é de que Neymar poderá entrar por alguns minutos no segundo tempo.

Segundo um dos principais jornais poloneses, o Rzeczpospolita, a PSP obteve do Barcelona a presença de Neymar como forma de compensação pelo transtorno logístico provocado pelo adiamento de uma partida que se transformou numa atração local para Gdansk e para a PGE Arena, um dos estádios construídos para a Eurocopa de 2012 e que precisa bastante de eventos de porte como forma de dar lucro – com capacidade para 44 mil torcedores, a arena registra público médio de menos 13 mil nas partidas do Lechia Gdansk.

Futebol