PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Ex-Palmeiras e Cruzeiro, Alex Alves tenta superar leucemia e recorre à ajuda de amigos

Alex Alves atingiu um dos pontos altos de sua carreira no Cruzeiro, onde atuou em 98/99 - Arquivo Folhapress
Alex Alves atingiu um dos pontos altos de sua carreira no Cruzeiro, onde atuou em 98/99 Imagem: Arquivo Folhapress

Luiza Oliveira

Do UOL, em São Paulo

17/10/2012 08h02

Alex Alves brilhou nos gramados na década de 90 com seu oportunismo para marcar gols, o estilo vaidoso e os irreverentes golpes de capoeira nas comemorações. Hoje, o ex-atacante passa por situação complicada. Ele foi submetido a um transplante de medula óssea para tratar uma leucemia e precisou contar com a ajuda financeira de amigos para bancar o tratamento.

O UOL Esporte apurou que o procedimento foi realizado no último domingo no hospital Amaral Carvalho, em Jaú, interior de São Paulo, considerado referência na especialidade. Amigos e familiares consideraram o transplante um sucesso e acreditam que em breve o ex-jogador terá alta e poderá voltar a viver normalmente.

As pessoas próximas chamam Alex de ‘guerreiro’ e dizem que ele se manteve forte diante do câncer. Tentou não se abalar, mesmo com as dificuldades impostas pela agressividade da quimioterapia como a fraqueza do corpo e a queda de cabelos.

Foi paciente para ficar na fila do transplante do SUS (Sistema Único de Saúde) até receber a notícia de que a medula de seu irmão era compatível e poderia fazer a doação. “É um guerreiro lutando pela vida”, disse um amigo.

A preocupação da família no momento é com o delicado pós-transplante. O ex-jogador não pode receber visitas sob forte risco de contaminação e é constantemente monitorado. Todos os objetos precisam ser esterilizados para que ele possa utilizá-los. A pessoa que o acompanha e se mantém mais próxima é a irmã.

Apesar de ter feito muito sucesso e ganhado dinheiro em sua carreira com passagens por clubes como Vitória, Palmeiras, Portuguesa, Cruzeiro, Hertha Berlim-ALE, Atlético-MG e Vasco, Alex Alves passa por dificuldades financeira na Bahia, onde vive.

SAIBA MAIS SOBRE A LEUCEMIA

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer, a leucemia é uma doença maligna dos glóbulos brancos (leucócitos). Tem como principal característica o acúmulo de células jovens anormais na medula óssea, que substituem as células sanguíneas normais.

A medula é o local de formação das células sanguíneas e ocupa a cavidade dos ossos, sendo popularmente conhecida por tutano. Nela são encontradas as células que dão origem aos glóbulos brancos, aos glóbulos vermelhos (hemácias ou eritrócitos) e às plaquetas.

Ainda assim relutou por anos a aceitar a ajuda de amigos para custear o tratamento em Jaú. Só cedeu quando a doença se agravou. Colegas de Belo Horizonte, políticos, pessoas ligadas ao Cruzeiro e à Agap (Associação de Garantia ao Atleta Profissional de Minas Gerais), além de sua ex-mulher, a modelo e empresária Nadya França, se uniram pela causa.

O dinheiro arrecadado só não foi maior porque Alex Alves não quis divulgar o problema e ainda se esforça para manter o assunto em sigilo. A pedido dele, família e amigos se negam a falar sobre seu estado de saúde, enquanto o hospital confirma apenas a sua internação, sem revelar o motivo.

Quando atuava pelo Fortaleza, em 2008, Alex Alves já havia desmentido as informações de uma internação com suspeita de leucemia, em Salvador. A expectativa é que ele conceda uma entrevista coletiva assim que deixar o hospital para dar uma explicação à imprensa e aos fãs.

Futebol