PUBLICIDADE
Topo

Rodrigo Mattos

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Athletico erra e causa mal-estar ao botar Grêmio e Vasco na oposição à Liga

Carta sobre a liga publicada no site do Athletico  - Reprodução
Carta sobre a liga publicada no site do Athletico Imagem: Reprodução
Rodrigo Mattos

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de ?O Estado de S. Paulo? em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

09/05/2022 18h27

O Athletico-PR causou mal-estar ao cometer um erro e incluir de forma indevida seis clubes como signatários em movimento que questiona a Liga do Futebol Brasileiro (Libra). Entre os times estava o Grêmio. Avisada, a diretoria gremista pediu a retirada do nome ao time paranaense que modificou sua publicação excluindo vários clubes. O Athletico confirmou ter sido um erro de sua equipe.

Nesta tarde, 23 clubes assinaram uma carta defendendo uma distribuição diferente diferente dos direitos de TV do que a proposta pela Libra. No documento, há a defesa de que a receita seja dividida em 50% igualitário, 25% por audiência e 25% por premiação. Na carta, estão 11 clubes da Série A, entre eles Fortaleza, Fluminense, Ceará, Juventude, Athletico, todos os membros do "Forte Futebol".

Mas, no site do Athletico, a carta foi publicada com a assinatura de um grupo maior de clubes. Entre eles, estavam Atlético-MG, Vasco, Botafogo, Grêmio, Internacional e Bahia. Nenhum desses nomes consta da carta original obtida pelo blog.

Havia uma negociação para tentar a adesão desses clubes, mas eles não se juntaram ao grupo. Ao saber da inclusão do nome do Grêmio, a diretoria gremista cobrou dirigentes do Athletico porque o clube não tinha autorizado. Em poucos minutos, o time paranaense trocou o texto em seu site e excluiu todos os clubes. Questionado, o Vasco e o Bahia também informaram que não aderiram ao movimento.

O blog procurou o presidente do Conselho de Administração do Athletico, Mario Celso Petraglia que respondeu: "Erro da nossa equipe já corrigido!"