PUBLICIDADE
Topo

Rodrigo Mattos

Por Palmeiras no Mundial, CBF leva Conmebol a retardar fase da Libertadores

Técnico do Palmeiras Abel Ferreira orienta o time em partida contra o Sport  - Paulo Paiva/AGIF
Técnico do Palmeiras Abel Ferreira orienta o time em partida contra o Sport Imagem: Paulo Paiva/AGIF
Rodrigo Mattos

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de ?O Estado de S. Paulo? em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

12/01/2021 04h01

A CBF anunciou seu planejamento para os casos de Palmeiras e Santos avancem na Libertadores. O time alviverde pode perder até de dois gols para o River Plate, nesta semifinal, que chega à final. E, no caso de um título palmeirense, a revisão de tabela da CBF obrigará a Conmebol a adiar o início dos times brasileiros na Libertadores-2021.

Explica-se: caso o Palmeiras vá ao Mundial, a confederação marcará as finais da Copa do Brasil para 28 de fevereiro e 7 de março. Ou seja, a competição acabará após o início da temporada 2021.

Isso vai retardar a definição dos sete times classificados do Brasil para a Libertadores, inclusive aqueles que estarão na fase prévia. O problema é que as equipes nacionais iniciariam sua participação na competição continental em 3 de março na pre-Libertadores. Esse jogo terá de ser adiado pelo cronograma da CBF.

A Conmebol ainda não se pronunciou sobre essa possível modificação na tabela da Libertadores.

Rodrigo Mattos