PUBLICIDADE
Topo

Blog do Perrone

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Prêmio por título Brasileiro do Fla supera valor de compra de Léo Pereira

25.fev.2020 Jogadores de Flamengo levantam a taça de campeão brasileiro de 2020 - no Morumbi - Pedro Martins/UOL
25.fev.2020 Jogadores de Flamengo levantam a taça de campeão brasileiro de 2020 - no Morumbi Imagem: Pedro Martins/UOL
Perrone

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

26/02/2021 11h52

O Flamengo assegurou prêmio de R$ 33 milhões pela conquista do Brasileirão e tem como ideia repassar a maior parte dessa quantia para jogadores e funcionários, segundo a coluna "UOL De Primeira''. Para dimensionar o quanto a quantia representa para o rubro-negro, o blog checou dados disponíveis no site do clube e fez contas simples.

O cálculo que mais ilustra a importância da premiação envolve a contratação Léo Pereira. O bônus seria suficiente para cobrir o gasto com a aquisição de Léo Pereira, feita em janeiro do ano passado.

De acordo com o balancete do Flamengo referente a 30 de setembro de 2020, o zagueiro custou R$ 30.440.000.

O mesmo documento mostra que no nono mês do ano passado ainda faltava o Flamengo pagar R$ 18.509.000 ao Athletico e R$ 6.098.000 ao Trieste Futebol Clube pela contratação.

Ou seja, o dinheiro recebido por levantar a taça do Brasileirão seria suficiente para bancar a compra dos direitos de Leo Pereira e ainda sobrariam R$ 2.560.000.

Outra possibilidade seria usar a grana recebida pelo título para cobrir quase todo o gasto com a contratação de Michael junto ao Goiás. Sem contar comissão por intermediação, ele custou R$ 33.966.000. Em setembro de 2020, ainda não tinham sido pagos R$ 21.958.000 relativos a esse montante.

Também no fechamento do terceiro trimestre do ano passado, o Flamengo ainda precisava pagar para a Roma R$ 38.841.000 pela aquisição de Gerson. A premiação cobriria a maior parte desse valor.

Se inscreva no canal do Ricardo Perrone no YouTube

Blog do Perrone