PUBLICIDADE
Topo

Blog do Perrone

Direção do SPFC cobra 'briga' por bola e alternativa para saída 'manjada'

Fernando Diniz comanda o São Paulo em partida do Campeonato Brasileiro 2020 - Marcello Zambrana/AGIF
Fernando Diniz comanda o São Paulo em partida do Campeonato Brasileiro 2020 Imagem: Marcello Zambrana/AGIF
Perrone

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

21/01/2021 17h38

A diretoria do São Paulo cobra os jogadores do time para "brigarem" mais pela bola durante os jogos, conforme apurou o blog. Os dirigentes querem que a equipe sinta as partidas pelo Brasileirão como decisões.

Na avaliação da direção, o Inter "brigou" mais, levou a melhor nas divididas e venceu por 5 a 1 a partida desta quarta (20), no Morumbi, roubando a liderança do Brasileiro do São Paulo.

Dados do SofaScore, site especializado em estatísticas, mostram que o Inter fez 15 desarmes contra oito do time paulista.

Nesta quinta, a diretoria, incluindo o presidente Júlio Casares e o diretor de futebol, Carlos Belmonte, se reuniu no CT para discutir a situação da equipe. O diagnóstico foi passado para o treinador em reunião feita na sequência.

Para a diretoria tricolor, o problema, que culminou com o derretimento de uma vantagem de sete pontos na liderança do Brasileirão, começou com a eliminação diante do Grêmio na Copa do Brasil.

O entendimento é de que o time de Renato Gaúcho ensinou os demais a neutralizarem a equipe de Diniz, principalmente fazendo uma marcação alta para dificultar a saída de bola com trocas de passes.

A estratégia começou a dar certo para os rivais e os são-paulinos perderam confiança, isso na análise da direção, de acordo com a apuração do blog. Essa insegurança teria feito o time do Morumbi evitar jogadas mais arriscadas, perdendo ofensividade. Porém, os erros individuais aumentaram e se transformaram em gols dos rivais.

Diniz é cobrado para encontrar soluções para evitar a saída de bola com toques pelo meio do setor defensivo. Mas os cartolas enxergam um ponto em defesa do treinador. Eles acreditam que o elenco é curto e que faltam jogadores que facilitem uma mudança de estilo. Ainda assim, há a cobrança para que o técnico encontre a solução rapidamente, já no jogo com o Coritiba, no próximo sábado.

Se inscreva no canal Ricardo Perrone no YouTube

Blog do Perrone