PUBLICIDADE
Topo

Mauro Cezar Pereira

Após 2 derrotas Flu aproveita o adversário ideal e faz 2 a 1 no Corinthians

Jogadores do Fluminense comemoram gol de Nenê contra o Corinthians na 10ª rodada do Brasileirão 2020 - Jorge Rodrigues/AGIF
Jogadores do Fluminense comemoram gol de Nenê contra o Corinthians na 10ª rodada do Brasileirão 2020 Imagem: Jorge Rodrigues/AGIF
Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN.

13/09/2020 17h57

Após duas derrotas, o Fluminense voltou a vencer ao fazer 2 a 1 no Corinthians, o adversário ideal nesse momento. Sim, porque sem técnico, sem esquema de jogo, sem repertório, sem nada, o vice-campeão paulista representava a chance de reabilitação para os tricolores, que não a desperdiçaram. Claro, falta muito campeonato, mas o momento corintiano é estranho, bem estranho.

Após 15 minutos as estatísticas do SofaScore apontavam apenas 34% de posse de bola corintiana, zerado em praticamente todos os quesitos. O time paulista só havia registrado alguma ação pelas três faltas até então cometidas e um cartão amarelo para Gabriel aos quatro. Antes dos 18, o técnico interino Coelho sacou Éderson e levou Everaldo a campo.

Era amplo o domínio do Fluminense, que vinha de derrotas para São Paulo e Flamengo, mas controlava amplamente o jogo. Após meia hora de partida, o Corinthians seguia sem finalizar, enquanto os tricolores somavam quatro arremates. Somente com 37 minutos de futebol Otero bateu falta de longe e Muriel defendeu.

Na volta após o intervalo o Fluminense tentou pressionar. Aos poucos, cedeu e na metade do segundo tempo os visitantes tinham mais posse de bola, mas os donos da casa administravam bem a situação. Após o par de derrotas, parecia mais interessante ao time carioca jogar a responsabilidade para o Corinthians que, sem repertório, criava pouco, ou nada.

O pênalti batido por Nenê aos 43 minutos definiu a vitória tricolor e manteve os corintianos sem rumo, mesmo com o gol de Mateus Vital após a justa expulsão de Danilo Barcelos. Reage o Fluminense no campeonato depois de uma semana ruim. Segue estagnado o Corinthians, em busca de um técnico que, pelo que se viu nos últimos jogos, terá de começar a construção de um time de futebol da estaca zero.

follow us on Twitter follow me on youtube follow me onfacebook follow us oninstagram follow me ongoogle plus

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL