PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Mauro Cezar Pereira


Em meio a rumores, Vasco não se apressa na busca por um novo treinador

Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN.

25/03/2020 13h45

O diretor executivo de futebol, André Mazzuco, naturalmente já tem seus nomes mapeados. O vice-presidente de futebol, José Luiz Moreira, certamente também tem os seus. Idem para Alexandre Campello, que preside o Vasco. Mas o clube não demonstra pressa na busca para um novo treinador.

Abel Braga se demitiu pouco antes da paralisação do futebol, provocada pela pandemia de coronavírus. Desde então, nomes de técnicos pipocam na mídia, rumores crescem via redes sociais, mas a movimentação nos bastidores vascaínos não é tão intensa como parece em meio aos boatos que se somam.

"Nada de pressa, todo apressado como cru", disse na segunda-feira o vice de futebol. Algumas possibilidades são discutidas, mas não há uma definição ainda sobre o nome. Sem saber quando o futuro treinador poderá trabalhar com os atletas, realmente não há motivos para decisões apressadas.

Mauro Cezar Pereira