PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Atletas do Cruzeiro não jogam toalha: "vão ter que jogar muito para passar"

Jogo da volta contra o Boca Juniors será no dia 4 de outubro no Mineirão - Demian Alday/Getty Images
Jogo da volta contra o Boca Juniors será no dia 4 de outubro no Mineirão Imagem: Demian Alday/Getty Images

Do UOL, em Belo Horizonte

20/09/2018 00h14

Apesar do cartão vermelho levado por Dedé ter ocupado parte dos assuntos comentados após a derrota do Cruzeiro por 2 a 0 para o Boca Juniors, os jogadores do clube mineiro também comentaram sobre a derrota celeste na Bombonera. Nos microfones, os atletas mostraram-se chateados com o revés, mas foram unânimes em falar sobre a possibilidade ainda real de classificação no jogo da volta.

Assista aos gols da partida entre Cruzeiro e Boca Juniors.

"A gente poderia ter feito algo a mais, um gol pelo menos, porque tivemos chance. Placar que dói demais, estou chateado demais, porque acho que jogamos bem. Mas não tem nada perdido. Do mesmo jeito que eles fizeram dois gols aqui, nós com um a menos, também podemos reverter este placar. Nossa torcida, que veio hoje e fez essa festa, no Mineirão vai lotar. E eles vão ter que jogar muito para passar", comentou o meia Robinho.

Acostumado a salvar o time em momentos importantes, o goleiro Fábio não foi páreo para as duas finalizações de Zárate e Pérez que terminaram no fundo das redes, mas também mostrou otimismo com o jogo da volta.

"Jogo difícil, já sabíamos que seria assim. Infelizmente em dois lances a gente sofreu os gols, lances que poderíamos ter neutralizados, em que não estamos acostumados a dar oportunidade ao adversário. Mas tem mais um jogo, 90 minutos. Da mesma forma que eles fizeram aqui, junto do nosso torcedor temos grande chance de pelo menos fazer dois gols e levar para penalidades", disse.

Capitão da equipe, Henrique lamentou boas oportunidades perdidas como o chute de Rafinha, que venceu o goleiro, mas foi evitado por Barrios em cima da linha ainda no início do segundo tempo.

"Tivemos oportunidades de fazer o gol, aquela com o Rafinha, em cima da linha, que eles tiraram. Se entrasse, seria outro jogo. Mas futebol tem disso. Tem dias que não serão fáceis. É um resultado duro, ainda mais contra uma equipe que sabe jogar; o Cruzeiro lutou bastante, mas não foi eficaz para fazer o gol", disse.

O jogo da volta está marcado para o dia 4 de outubro, no Mineirão. Antes disso, o time tem outra decisão pela frente, também em Belo Horizonte. Na próxima quarta-feira, recebe o Palmeiras pela Copa do Brasil (na ida, venceu por 1 a 0).

Futebol