Topo

Futebol Americano


Ele jogou na NFL, perdeu braço e quer inspirar crianças e jovens amputados

Kendrick Norton Jr. em jogo de pré-temporada do Miami Dolphins contra o Atlanta Falcons - Michael Reaves/Getty Images/AFP
Kendrick Norton Jr. em jogo de pré-temporada do Miami Dolphins contra o Atlanta Falcons Imagem: Michael Reaves/Getty Images/AFP

Lucas Tieppo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

25/09/2019 12h00

Data em que é comemorada a Independência dos Estados Unidos, o 4 de julho é sagrado para o norte-americano. Mas para Kendrick Norton Jr, este dia passou a ter um novo significado após grave acidente que quase tirou a sua vida. Ex-jogador de futebol americano do Miami Dolphins, o jovem de 22 anos teve o braço esquerdo amputado e agora encara uma nova vida longe dos gramados da NFL.

Norton Jr. deu um longo e emocionante depoimento para a ESPN norte-americana ao lado da namorada Kira Willians e falou sobre a vida depois do acidente que encerrou a sua carreira na maior liga de futebol americano do mundo no último dia 4 de julho.

"Eu nunca perguntei por que isso aconteceu comigo porque poderia ter sido pior. Por que eu? Por que não outra pessoa? Eles poderiam perguntar a mesma coisa. Então, eu nunca perguntaria 'por que eu'? Estava nos planos para mim. Eu vou pegar e lidar com isso todos os dias", disse Norton.

O ex-jogador do Miami Dolphins relatou que a espera pela ambulância foi o momento mais angustiante por conta dos ferimentos abertos - ele estima ter perdido metade do sangue do corpo naquele dia - e revelou que, em alguns momentos, achou que não iria resistir.

"Logo antes da ambulância chegar, eu fiquei: 'Não sei se vou conseguir até que cheguem'. Então, eu os ouvi chegando, e isso foi o que me trouxe um pouco de vida, um pouco mais de energia, um pouco mais de esperança. Quando cheguei na ambulância, perguntei aos paramédicos se estava tudo bem para eu dormir. E eles disseram 'não, não, não'. Então, eu estava tentando lutar durante o percurso", contou.

Norton Jr. também contou que só acordou durante a cirurgia para limpeza da região após a amputação e que foi apagado novamente pelos médicos, só acordando dois dias depois do acidente.

Kira também falou sobre os primeiros momentos depois do acidente e como reagiu ao ver que o namorado tinha perdido o braço esquerdo.

"O que primeiro vem à mente é o sangramento do braço. Eu nunca vi nada como aquele dia na minha vida. Isso vai ficar comigo para sempre. Ver o braço dele jorrando, ver veias, ver tudo o que está derramando na minha frente", descreveu.

Inspiração para crianças

Em vez de lamentar o acidente e as consequências devastadoras para a sua carreira, Kendrick decidiu usar a sua experiência para tentar tornar a vida de crianças e jovens amputados menos dolorosa. Está nos planos criar uma instituição sem fins lucrativos, a Kendrick Norton Angel's Initiative.

"Eu só quero mostrar que eles não devem ter medo de deixar as pessoas verem qualquer uma de suas partes amputadas do corpo. Não tenha vergonha de si mesmo. Não deixe que as outras pessoas determinem como você se vê, porque quando você olha em um espelho, seja feliz com o que você vê. Este é você. E você tem que viver sua vida", disse.

Próximos passos

Kendrick Norton Jr. se recupera de mais uma cirurgia, realizada nessa segunda-feira (23). Os médicos estão preparando os músculos e nervos do ex-jogador para implantar uma prótese. "Vou ter uma prótese que eu possa controlar com a minha mente. Poderei mover fisicamente a prótese. Será um processo de cura de quatro meses antes que eu possa realmente mover a prótese ", explicou.

O agora ex-atleta segue envolvido com o futebol americano e está sempre presente nos treinos do Miami Dolphins e do Miami Hurricanes. Norton receberá o salário da temporada, de cerca de 378 mil dólares.

"Sim. Eu definitivamente sinto falta do futebol, todos os dias. Só não estou na minha rotina, acordando cedo, e você definitivamente sente falta. Mas eu aceitei e estou pronto para seguir em frente", resumiu.

Band: Tom Brady não consegue seguir ritmo de Gisele na academia

Band Entretenimento

Futebol Americano