PUBLICIDADE
Topo

Saque e Voleio

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Luisa Stefani opera joelho e não deve voltar ao circuito antes de maio

Conteúdo exclusivo para assinantes
Alexandre Cossenza

Alexandre Cossenza é bacharel em direito e largou os tribunais para abraçar o jornalismo. Passou por redações grandes, cobre tênis profissionalmente há oito anos e também escreve sobre futebol. Já bateu bola com Nadal e Federer e acredita que é possível apreciar ambos em medidas iguais. Contato: ac@cossenza.org

Colunista do UOL

27/09/2021 15h22

A brasileira Luisa Stefani, medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos Tóquio-2020 e atual duplista número 13 do mundo, passou por uma cirurgia no joelho direito na manhã desta segunda-feira, em Chicago, nos Estados Unidos, e não deve retornar ao circuito antes de maio. A operação foi realizada pelo médico Jorge Chahla, o mesmo que conduziu a última cirurgia de joelho do argentino Juan Manuel Del Potro.

A previsão inicial é de que Luisa passe uma semana em Chicago e, em seguida, viaje para sua base na cidade de Tampa. A expectativa é de volta aos treinos em março ou abril. O retorno ao circuito mundial não deve acontecer antes de maio.

"A cirurgia foi um sucesso, deu tudo certo. Joelho imobilizado e pronto para melhorar. Gostei muito da equipe e já comecei a fazer a fisioterapia", disse a tenista em comunicado enviado por sua assessoria de imprensa.

Luisa sofreu uma ruptura total no ligamento anterior cruzado do joelho direito durante a semifinal do US Open, no dia 10 de setembro. Ela e sua parceira, a canadense Gabriela Dabrowski, enfrentavam as americanas Coco Gauff e Caty McNally quando Luisa pisou errado e ficou no chão, sentindo dores. Ele foi atendida em quadra e saiu de cadeira de rodas (veja abaixo).

Caso Del Potro

O argentino, campeão do US Open de 2009, não compete em boas condições desde que lesionou o joelho no Masters de Xangai em 2018. Del Potro tentou um retorno ao circuito em 2019, mas sofreu uma fratura na patela no ATP de Queen's, jogado na grama. Dede então, tentou vários tratamentos conservadores e passou quatro cirurgias no joelho direito.

Apenas a última - a mais promissora delas - foi realizada pelo médico Jorge Chahla. Após o procedimento, realizado no dia 23 de março, Del Potro já apareceu treinando - inclusive recentemente, em Nova York, durante o período do US Open. Chahla, ex-jogador de rugby, também é médico do Chicago White Sox, do Chicago Bulls e do Chicago Fire.

.

Quer saber mais? Conheça o programa de financiamento coletivo do Saque e Voleio e torne-se um apoiador. Com pelo menos R$ 15 mensais, apoiadores têm acesso a conteúdo exclusivo (newsletter, podcast e Saque e Voleio TV), lives restritas a apoiadores, além de ingresso em grupo de bate-papo no Telegram, participação no Circuito dos Palpitões e promoções imperdíveis como esta.

Acompanhe o Saque e Voleio no Twitter, no Facebook e no Instagram.