PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Rodolfo Rodrigues: Fortaleza é a maior surpresa na era dos pontos corridos

Jogadores do Fortaleza comemoram gol de Lucas Lima contra o Athletico Paranaense - Pedro Chaves/AGIF
Jogadores do Fortaleza comemoram gol de Lucas Lima contra o Athletico Paranaense Imagem: Pedro Chaves/AGIF
Conteúdo exclusivo para assinantes
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

Colunista do UOL

25/10/2021 04h00

Com a boa vitória por 3 a 0 sobre o Athletico Paranaense no sábado (23), o Fortaleza chegou a 48 pontos e assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro após 28 rodadas. A ótima campanha do tricolor cearense é a melhor de um time nordestino até essa altura do torneio, com 5 pontos a mais que o Vitória de 2013, que tinha 43 pontos em 28 jogos.

Na história do Brasileirão por pontos corridos, desde 2003, essa campanha do Fortaleza do técnico argentino Juan Pablo Vojvoda é a mais surpreendente. Com 14 vitórias, 6 empates e 8 derrotas, o time tem 57,1% de aproveitamento. Entre os azarões, tem a 2º melhor campanha, atrás apenas do Goiás de 2005, que terminou o campeonato com 58,7%, mas na 3ª colocação.

Tirando os considerados 12 grandes (Corinthians, Palmeiras, Santos, São Paulo, Flamengo, Fluminense, Vasco, Botafogo, Grêmio, Inter, Atlético-MG e Cruzeiro) e o Athletico, que está entre os clubes com as melhores campanhas na Série A desde 2003, o Fortaleza tem a chance de alcançar a melhor colocação (vice-campeonato) e superar o desempenho de outras surpresas nessas 19 edições.

Campanhas mais surpreendentes na história do Brasileirão por pontos corridos

2003 - São Caetano - 4º colocado (53,6% de aproveitamento)
2003 - Coritiba - 5º colocado (52,9% de aproveitamento)
2005 - Goiás - 3º colocado (58,7% de aproveitamento)
2006 - Paraná - 5º colocado (52,6% de aproveitamento)
2009 - Avaí - 6º colocado (50% de aproveitamento)
2013 - Vitória - 5º colocado (51,8% de aproveitamento)
2015 - Sport - 6º colocado (51,8% de aproveitamento)
2021 - Fortaleza - 2º colocado (57,1% de aproveitamento) - até a 28ª rodada

Além da boa campanha no Brasileirão, que deverá levar o clube pela primeira vez em sua história para a Libertadores, o Fortaleza de Vojvoda chegou à semifinal da Copa do Brasil, em sua melhor campanha no torneio desde 1989.

Com um elenco sem grandes estrelas, o Fortaleza vem surpreendendo nesse Brasileirão com um futebol de muita organização tática no 3-5-2 de Vojvoda. Segundo o site Transfermartk, especializado em valores de mercado no futebol, o clube tem apenas o 13º elenco mais valioso da competição. Algo que impressiona ainda mais, já que o time vem mostrando solidez e força na competição. Mesmo contra os mais poderosos: venceu Atlético-MG, Palmeiras, São Paulo e Fluminense fora de casa, já goleou o Inter por 5 a 1 e bateu Corinthians e Grêmio no Castelão.

Outro fato que surpreende nessa campanha do Fortaleza é o que time tem praticamente o mesmo elenco da última temporada, quando escapou do rebaixamento para a Série B na última rodada, tendo superado o Vasco no saldo de gols. Com Vojvoda, o tricolor foi campeão cearense e semifinalista da Copa do Brasil e vem agora fazendo sua melhor campanha na história do Brasileirão.

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)

Errata: o texto foi atualizado
Ao contrário do que informado anteriormente, Vovjoda assumiu o Fortaleza em maio de 2021 e, portanto, não estava com a equipe na época da semifinal da Copa do Nordeste, que aconteceu em abril. O erro foi corrigido.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL