PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2021

Fortaleza bate reservas do Athletico e assume vice-liderança do Brasileirão

Colaboração para o UOL, de São Paulo

23/10/2021 21h12Atualizada em 24/10/2021 08h32

Classificação e Jogos

Mostrando que não se abalou com a goleada sofrida para o Atlético-MG na Copa do Brasil, o Fortaleza fez 3 a 0 sobre o Athletico Paranaense e assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Os gols da partida, válida pela 28ª rodada, foram marcados por Lucas Lima, Yago Pikachu e Robson.

O Tricolor agora soma 48 pontos e contou com a derrota do Flamengo para o Fluminense para chegar ao segundo lugar no campeonato. Ainda pode ser ultrapassado pelo Palmeiras, que joga apenas na segunda-feira (25), contra o Sport.

Já o Athletico, que entrou com o time reserva de olho na Copa do Brasil, fica com a 11ª colocação e 34 pontos. O time caiu uma posição após a vitória do América-MG sobre o Santos.

Ambos os times voltam ao campo na quarta-feira (27) pela semifinal da Copa do Brasil. O Fortaleza perdeu a ida para o Atlético-MG por 4 a 0 e está em situação delicada na competição. Já o Athletico fez 2 a 2 com o Flamengo e briga pela vaga na decisão.

Lucas Lima: jogou demais

Com menos de um minuto de jogo, o meia Lucas Lima marcou um belo gol no Castelão. Ele se manteve em ótimo nível no jogo, tendo participação também no terceiro gol ao cruzar para Robson marcar. Foi o seu primeiro gol e sua primeira assistência com a camisa do Fortaleza.

Pedro Rocha: jogou bem pouco

Pouco participativo na partida, Pedro Rocha não teve uma grande noite no ataque atleticano. Apesar de ter tido um desempenho até satisfatório na marcação, saiu de campo sem nenhuma chance clara de gol. Entre as suas poucas tentativas estiveram um chute para longe do gol e uma cabeceada em cima do goleiro tricolor.

Anotaram a placa?

O Fortaleza começou fulminante no Castelão. Com apenas 50 segundos de jogo, Lucas Lima cruzou para a área, e Pikachu mandou na trave. A bola ficou passeando na área até voltar para o meia, que soltou a bomba de primeira e abriu o placar.

Aos seis minutos uma nova bomba, dessa vez do próprio Pikachu, de fora da área, deixou o Fortaleza com a vantagem do 2 a 0 no comecinho da partida.

Do céu ao inferno

Depois do gol que ampliou a vantagem no Castelão, Yago Pikachu trouxe preocupação ao torcedor do Fortaleza. Aos 38 minutos, Christian fez falta no lateral do Leão, que foi ao chão sentindo muitas dores no ombro. Sem condições de continuar em campo, ele foi substituído por Lucas Crispim.

No começo do segundo tempo, foi a vez do próprio Lucas Crispim, que mandou uma bola na trave nos minutos finais da etapa inicial, sentir dores. Saindo de maca aos sete minutos, ele deixou o campo para a entrada de Edinho.

Athletico cresce, mas o Fortaleza amplia

Após o intervalo, o Furacão passou a ter um domínio maior do jogo. No primeiro minuto da etapa complementar, já furou a defesa tricolor, permitindo com que Christian permitisse chutar com força.

Ainda que estivesse jogando melhor, o time não conseguiu evitar que o Fortaleza ampliasse o placar. Em um cruzamento de Lucas Lima, Robson subiu mais alto e marcou de cabeça o terceiro gol tricolor.

FICHA TÉCNICA
FORTALEZA 3 X 0 ATHLETICO

Competição: Campeonato Brasileiro (28ª rodada)
Data: 23 de outubro de 2021, sábado
Hora: 19h15 (de Brasília)
Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Árbitro: Dênis da Silva Ribeiro Serafim (AL)
Assistentes: Esdras Mariano de Lima Albuquerque e Brígida Cirilo Ferreira (ambos de AL)
VAR: Vinicius Furlan (SP)

Gols: Yago Pikachu (1' do 1ºT), Lucas Lima (6' do 1ºT) e Robson (15' do 2ºT) para o Fortaleza
Cartões amarelos: Ederson e Robson (Fortaleza); Christian e Fernando Canesin (Athletico)

Fortaleza: Marcelo Boeck; Marcelo Benevenuto, Titi e Matheus Jussa; Yago Pikachu (Lucas Crispin (Edinho)), Ronald, Ederson, Lucas Lima e Bruno Melo (Daniel Guedes); David (Depietri) e Robson (Wellington Paulista). Técnico: Juan Vojvoda

Athletico: Bento; Khellven, Zé Ivaldo, Lucas Fasson e Pedrinho (Kleiton); Christian (Nicolás Hernández), Fernando Canesin e Jader (Márcio Azevedo); Bissoli (Vinicius Mingotti), Carlos Eduardo (Jaderson) e Pedro Rocha. Técnico: Alberto Valentim.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do publicado inicialmente, o técnico do Athletico é Alberto Valentim, não Pedro Rocha. O erro foi corrigido no texto.