PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2021

Fortaleza atropela o Inter pelo Brasileirão; Ramírez balança

Do UOL, em Porto Alegre

06/06/2021 17h58

Classificação e Jogos

O Fortaleza atropelou o Internacional. Hoje (6), o time cearense goleou o Colorado por 5 a 1, no Castelão, em jogo válido pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. O placar ampliou o cenário de pressão ao técnico Miguel Ángel Ramírez, da equipe gaúcha.

Os gols foram marcados por Robson, Titi, Pikachu, Wellington Paulista e Zé Gabriel, contra, para o Fortaleza. Praxedes anotou o do Colorado.

O resultado mantém 100% de aproveitamento para o time de Juan Pablo Vojvoda, que tem seis pontos. Já o Inter ainda não venceu na competição e soma apenas um. A queda de rendimento desde o vice-campeonato gaúcho já pressiona Miguel Ángel Ramírez, cujo trabalho é questionado pela torcida e nos bastidores do clube de Porto Alegre.

O próximo jogo do Fortaleza será na quinta-feira (10), contra o Ceará, em duelo de volta da terceira fase da Copa do Brasil. No jogo de ida, os rivais ficaram no empate. Também na quinta-feira, o Inter encara o Vitória pela mesma fase da mesma competição. O Colorado levou a melhor no jogo de ida.

Foi bem: Robson "cava" expulsão e marca de cabeça

Robson foi protagonista dos dois lances que deram ao Fortaleza segurança no jogo. Primeiro foi acertado por Pedro Henrique em dividida. O jogador do Inter levou cartão vermelho, e a falta foi marcada. Na cobrança, Lucas Crispim levantou para área, e ele colocou na rede o segundo gol do jogo.

Foi mal: Pedro Henrique é expulso, Zé Gabriel faz gol contra de canela

Pedro Henrique recebeu oportunidade de começar o jogo em razão da rotatividade no time proposta por Miguel Ángel Ramírez, mas não aproveitou. Aos 45 minutos do primeiro tempo, deixou o pé mais alto em uma dividida, acertando Robson. O árbitro havia apresentado cartão amarelo, mas foi chamado pelo VAR e mudou sua decisão, expulsando o atleta do time gaúcho. Já no segundo tempo foi a vez de Zé Gabriel cometer uma falha bizarra. Em uma conclusão que iria para fora, o defensor foi tentar afastar, acertou de canela na bola e marcou contra.

Miguel Ángel Ramírez na mira

O rendimento do Inter vem caindo desde o vice-campeonato gaúcho. Oscilando na Libertadores e começando mal o Brasileirão, Miguel Ángel Ramírez já convive com pressão nos bastidores do clube. A derrota avassaladora para o Fortaleza aumenta a instabilidade, que pode culminar na saída do técnico espanhol contratado no início da temporada.

O jogo do Fortaleza: Pressão, domínio e chances

O Fortaleza foi dono do jogo. Com ímpeto na recuperação da bola e intensidade para ocupar os espaços, sobraram conclusões e chegadas ao ataque. Ameaçando a meta de Marcelo Lomba desde o primeiro minuto, o time construiu no primeiro tempo para fazer ao menos três gols: fez dois.

Dominante e com o rival controlado, ainda com um homem a mais desde o fim da etapa inicial, o Fortaleza foi dominante, se impôs e goleou. Com o passar do tempo e o placar consolidado, reduziu o ritmo e venceu.

O jogo do Inter: Inter joga mal e se descontrola

O Internacional não esteve "no jogo" em momento algum. Desde o primeiro minuto de bola rolando, o Colorado se viu acuado pela postura agressiva do Fortaleza. Sem conseguir conservar a posse ou fugir da pressão imposta pelo time da casa, sobraram erros de passe em zonas perigosas do campo. Foram poucos minutos até o gol de Titi. E depois o time de Miguel Ángel Ramírez perdeu a cabeça. Entre discussões e chegadas mais fortes, o Inter acumulou cartões amarelos e ainda levou um vermelho, com Pedro Henrique. Antes do fim do primeiro tempo já estava 2 a 0 para a equipe cearense.

FICHA TÉCNICA
FORTALEZA 5 X 1 INTERNACIONAL

Data: 06/06/2021 (Domingo)
Local: Castelão, em Fortaleza (CE)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn e Sidmar dos Santos Meurer
VAR: Adriano Milczvski
Cartões amarelos: Caio Vidal, Moisés, Galhardo, Praxedes (INT); Matheus Jussa (FOR)
Cartões vermelhos: Pedro Henrique, Victor Hugo (INT)
Gols: Titi, do Fortaleza, aos 17 minutos do primeiro tempo; Robson, do Fortaleza, aos 45 minutos do primeiro tempo; Yago Pikachu, do Fortaleza, aos 2 minutos do segundo tempo; Zé Gabriel, do Inter, contra, aos 9 minutos do segundo tempo; Praxedes, do Inter, aos 17 minutos do segundo tempo; Wellington Paulista, do Fortaleza, aos 41 minutos do segundo tempo;

Fortaleza
Felipe Alves; Tinga, Titi (Ronald), Benevenuto e Yago Picachu; Matheus Jussa, Felipe (Ederson), Matheus Vargas (Luiz Henrique) e Lucas Crispim; David (Romarinho) e Robson (Wellington Paulista).
Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

Inter
Lomba; Heitor (Sararvia), Zé Gabriel, Pedro Henrique e Moisés; Lindoso (Johnny), Nonato (Boschilia) e Praxedes; Caio Vidal (Cuesta), Patrick (Edenilson) e Yuri Alberto.
Técnico: Miguel Ángel Ramírez.