Milton Neves

Milton Neves

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
Reportagem

Morre Vanderlei Paiva, ídolo do Galo e da Macaca. Relembre sua carreira!

Mais uma grande perda para o futebol brasileiro.

Morreu na noite da última segunda-feira (27), aos 77 anos, em Campinas-SP, o ex-volante Vanderlei Paiva, que marcou época no Atlético-MG e na Ponte Preta.

Vanderlei travava uma dura luta contra o câncer de próstata.

Nascido em Três Corações-MG, cidade do Rei Pelé, Vanderlei iniciou sua brilhante carreira no Atlético-MG, onde, além de ter sido campeão brasileiro em 1971, se tornou também o jogador de linha com mais jogos pelo clube (559 jogos. O recordista é o goleiro João Leite, com 684).

Do Galo, Vanderlei teve uma passagem pelo América-SP, e depois chegou a Campinas para defender a Ponte Preta.

Na Macaca, era titular do ótimo time vice-campeão paulista de 1977, que perdeu a final para o Corinthians de Basílio.

Depois de pendurar as chuteiras, se aventurou também como técnico, mas não repetiu o sucesso que tive como jogador.

Da esquerda para a direita e à frente, Vanderlei Paiva é o terceiro (de camiseta preta e braços cruzados). Foto enviada por Roberto Martins Ponzo

Da esquerda para a direita e à frente, Vanderlei Paiva é o terceiro (de camiseta preta e braços cruzados). Foto enviada por Roberto Martins Ponzo

Continua após a publicidade

Da esquerda para a direita, Vanderlei Paiva é o quinto (de camiseta preta e braços cruzados). Foto enviada por Roberto Martins Ponzo

Da esquerda para a direita, Vanderlei Paiva é o quinto (de camiseta preta e braços cruzados). Foto enviada por Roberto Martins Ponzo

Da esquerda para a direita, em pé: Carlos, Oscar Bernardi (o quinto), Polozzi (o sétimo), Vanderlei Paiva, Rafael Cammarota, Jair Picerni, Odirlei e o técnico Zé Duarte (o último). Agachados: Marco Aurélio (o terceiro), Dada Maravilha (o sexto), Dica e Tuta. Foto enviada por Gilvannewton

Da esquerda para a direita, em pé: Carlos, Oscar Bernardi (o quinto), Polozzi (o sétimo), Vanderlei Paiva, Rafael Cammarota, Jair Picerni, Odirlei e o técnico Zé Duarte (o último). Agachados: Marco Aurélio (o terceiro), Dada Maravilha (o sexto), Dica e Tuta. Foto enviada por Gilvannewton

Nesta equipe do Atlético-MG, de 1967, em pé, da esquerda para a direita: Canindé, Hélio, Wander, Grapete, Vanderlei Paiva e Warley Ornellas. Agachados: Buião, Lacy, Paulo Sant´Anna, Edgard Maia e Ronaldo Drummond. Foto: arquivo pessoal de Paulo Sant´Anna

Nesta equipe do Atlético-MG, de 1967, em pé, da esquerda para a direita: Canindé, Hélio, Wander, Grapete, Vanderlei Paiva e Warley Ornellas. Agachados: Buião, Lacy, Paulo Sant´Anna, Edgard Maia e Ronaldo Drummond. Foto: arquivo pessoal de Paulo Sant´Anna

Continua após a publicidade

Da esquerda para a direita Dicá, Vanderlei, Juary e Tuta. Foto enviada por Walter Roberto Peres, da Revista Placar

Da esquerda para a direita Dicá, Vanderlei, Juary e Tuta. Foto enviada por Walter Roberto Peres, da Revista Placar

Em pé, da esquerda para a direita: Carlos, Nenê Santana, Vanderlei Paiva, Odirlei e Toninho Oliveira. Agachados, o antepenúltimo é Oswaldo e o penúltimo, Humberto.

Em pé, da esquerda para a direita: Carlos, Nenê Santana, Vanderlei Paiva, Odirlei e Toninho Oliveira. Agachados, o antepenúltimo é Oswaldo e o penúltimo, Humberto.

O querido Vanderlei Paiva em 2010. Foto: Djota Carvalho/Assessoria

O querido Vanderlei Paiva em 2010. Foto: Djota Carvalho/Assessoria

Continua após a publicidade

Em pé: Mazurkiewcz, Getúlio, Grapete, um jogador não identificado, Cláudio Mineiro e Vanderlei Paiva. Agachados: Paulinho Kiss, Campos, Toninho Cerezo, Reinaldo e um jogador não identificado.

Em pé: Mazurkiewcz, Getúlio, Grapete, um jogador não identificado, Cláudio Mineiro e Vanderlei Paiva. Agachados: Paulinho Kiss, Campos, Toninho Cerezo, Reinaldo e um jogador não identificado.

Em pé: Humberto Monteiro, Vanderlei Paiva, Djalma Dias, Vander, Oldair e Fábio. Agachados: Vaguinho, Ronaldo, Silvio Major, Neguito e Tião

Em pé: Humberto Monteiro, Vanderlei Paiva, Djalma Dias, Vander, Oldair e Fábio. Agachados: Vaguinho, Ronaldo, Silvio Major, Neguito e Tião

Em pé: Renato, Humberto Monteiro, Vanderlei, Grapete, Vantuir e Cincunegui. Agachados: Ronaldo, Oldair, Vaguinho, Lacy e Tião. Foto enviada por Walter Roberto Peres e publicada na "Revista Placar"

Vejam o time do Atlético Mineiro que disputou a Taça de Prata. Em pé: Careca, Humberto Monteiro, Vanderlei, Grapete, Vantuir e Cincunegui. Agachados: Vaguinho, Oldair, Dario, Lacy e Tião. Foto enviada por Walter Roberto Peres e publicada na "Revista Manchete"

Continua após a publicidade

Em pé: Humberto, Vanderlei, Djalma Dias, Vander, Oldair e Fábio. Agachados: Vaguinho, Ronaldo, Sílvio Major, Neguito e Tião

Em pé: Humberto, Vanderlei, Djalma Dias, Vander, Oldair e Fábio. Agachados: Vaguinho, Ronaldo, Sílvio Major, Neguito e Tião

Ele treinou o Anapoolina-GO entre outras "trocentas" equipes

Humberto Monteiro, Grapete, Vanderlei, Vantuir e Oldair estão em pé. Agachados: Ronaldo, Umberto Ramos, Dadá, Beto e Romeu

Humberto Monteiro, Grapete, Vanderlei, Vantuir e Oldair estão em pé. Agachados: Ronaldo, Umberto Ramos, Dadá, Beto e Romeu

Em pé: Luiz Antônio, Vanderlei, Paulinho, Nélson Prandi e Miro. Agachados: Luiz Poiani, Iaúca, Wilson Luiz, Serginho e Darcy

Continua após a publicidade

Em pé: Luiz Antônio, Vanderlei, Paulinho, Nélson Prandi e Miro. Agachados: Luiz Poiani, Iaúca, Wilson Luiz, Serginho e Darcy

Em pé: Miro, Jair, Vanderlei, Nélson Prandi, Ademir e Luiz AntÔnio. Agachados: Arlem, Iaúca, Wilson Luiz, Serginho e Darcy

Em pé: Miro, Jair, Vanderlei, Nélson Prandi, Ademir e Luiz AntÔnio. Agachados: Arlem, Iaúca, Wilson Luiz, Serginho e Darcy

Atlético Mineiro que disputou o Brasileirão daquele ano. Em pé, da esquerda para a direita, vemos: Mussula, Grapete, Vanderlei, Vantuir, Zé Maria e Cláudio Mineiro. Agachados: Arlem, Campos, Pedrilho, Bibi e Romeu. A foto, da Revista Manchete, foi enviada por Walter Roberto Peres

Atlético Mineiro que disputou o Brasileirão daquele ano. Em pé, da esquerda para a direita, vemos: Mussula, Grapete, Vanderlei, Vantuir, Zé Maria e Cláudio Mineiro. Agachados: Arlem, Campos, Pedrilho, Bibi e Romeu. A foto, da Revista Manchete, foi enviada por Walter Roberto Peres

Veja o Galo mais lindo do mundo com a camisa da Seleção Brasileira, no Mineirão. Foi em 1968, contra a ex-Iugoslávia. A partida terminou 3 a 2 para o Atlético. Em pé, da esquerda para a direita: Vander, Grapete, Vanderlei, Mussula, Normandes e Décio Teixeira. Agachados: Ronaldo, Amaury, Vaguinho, Lola e Tião. Quem nos enviou a foto foi o querido Marcus Curiango, atleticano de Piumhi-MG

Continua após a publicidade

Veja o Galo mais lindo do mundo com a camisa da Seleção Brasileira, no Mineirão. Foi em 1968, contra a ex-Iugoslávia. A partida terminou 3 a 2 para o Atlético. Em pé, da esquerda para a direita: Vander, Grapete, Vanderlei, Mussula, Normandes e Décio Teixeira. Agachados: Ronaldo, Amaury, Vaguinho, Lola e Tião. Quem nos enviou a foto foi o querido Marcus Curiango, atleticano de Piumhi-MG

Foto do time da Ponte Preta no dia 9 de outubro de 1977, quando venceu o Corinthians por 2 a 1 (Vaguinho fez para o Corinthians; Dicá e Rui Rei marcaram para a Ponte), no Morumbi, e assim provocou o terceiro jogo decisivo de Paulistão. Naquele dia, o Cícero Pompeu de Toledo recebeu 146.082 torcedores, recorde do estádio. Em pé: Odirlei, Jair Picerni, Vanderlei, Oscar e Polozzi. Agachados: Lúcio, Dicá, Rui Rei, Marco Aurélio Moreira e Tuta

Foto do time da Ponte Preta no dia 9 de outubro de 1977, quando venceu o Corinthians por 2 a 1 (Vaguinho fez para o Corinthians; Dicá e Rui Rei marcaram para a Ponte), no Morumbi, e assim provocou o terceiro jogo decisivo de Paulistão. Naquele dia, o Cícero Pompeu de Toledo recebeu 146.082 torcedores, recorde do estádio. Em pé: Odirlei, Jair Picerni, Vanderlei, Oscar e Polozzi. Agachados: Lúcio, Dicá, Rui Rei, Marco Aurélio Moreira e Tuta

O Galo ao lado da massa no Mineirão em 1971 com Renato, Zé Maria, Normandes, Vanderlei, Vantuir e Oldair em pé e Ronaldo, Humberto Ramos, Dario, Lola e Tião agachados. Foto enviada pelo internauta Walter Peres

O Galo ao lado da massa no Mineirão em 1971 com Renato, Zé Maria, Normandes, Vanderlei, Vantuir e Oldair em pé e Ronaldo, Humberto Ramos, Dario, Lola e Tião agachados. Foto enviada pelo internauta Walter Peres

O Galo com Humberto Monteiro, Vânder, Vanderlei, Djalma Dias, Mussula e Cincunegui em pé e agachados Vaguinho, Amaurí, Dario, Oldair e Tião

Continua após a publicidade

O Galo com Humberto Monteiro, Vânder, Vanderlei, Djalma Dias, Mussula e Cincunegui em pé e agachados Vaguinho, Amaurí, Dario, Oldair e Tião

Atlético Mineiro com os seguintes jogadores da esquerda para a direita: Careca, Humberto Monteiro, Vanderlei, Vaguinho, Grapete, Oldair, Lola, Tião, Vander, Lacy e Cincunegui

Atlético Mineiro com os seguintes jogadores da esquerda para a direita: Careca, Humberto Monteiro, Vanderlei, Vaguinho, Grapete, Oldair, Lola, Tião, Vander, Lacy e Cincunegui

O Galo em 1968 durante a Taça de Prata. Em pé estão Humberto Monteiro, Mussula, Vânder, Vanderlei, Djalma Dias e Cincunegui; agachados vemos Vaguinho, Beto, Fioti, Amaury e Tião

O Galo em 1968 durante a Taça de Prata. Em pé estão Humberto Monteiro, Mussula, Vânder, Vanderlei, Djalma Dias e Cincunegui; agachados vemos Vaguinho, Beto, Fioti, Amaury e Tião

Mais uma foto da Ponte Preta na década de 1970. Em pé vemos Moacir, Polozzi, Oscar, Vanderlei, Jair e Odirlei; agachados estão Lúcio, Marco Aurélio, Parraga, Dicá e Genau

Continua após a publicidade

Mais uma foto da Ponte Preta na década de 1970. Em pé vemos Moacir, Polozzi, Oscar, Vanderlei, Jair e Odirlei; agachados estão Lúcio, Marco Aurélio, Parraga, Dicá e Genau

A Ponte Preta da década de 1970 que tantas alegrias deu a mais fanática torcida do interior paulista. Em pé vemos Mauro Dias, Polozzi, Oscar, vanderlei, Moacir e Odirlei; ajoelhados estão Lucio, Marco Aurélio, Parraga, Dicá e Genau

A Ponte Preta da década de 1970 que tantas alegrias deu a mais fanática torcida do interior paulista. Em pé vemos Mauro Dias, Polozzi, Oscar, vanderlei, Moacir e Odirlei; ajoelhados estão Lucio, Marco Aurélio, Parraga, Dicá e Genau

Em pé: Renato, Humberto Monteiro, Grapete, Vanderlei, Vantuir, Oldair e Telê Santana. Agachados: Ronaldo, Humberto Ramos, Dadá Maravilha, Lola e Tião

Em pé: Renato, Humberto Monteiro, Grapete, Vanderlei, Vantuir, Oldair e Telê Santana. Agachados: Ronaldo, Humberto Ramos, Dadá Maravilha, Lola e Tião

Cruzeiro e Atlético travaram um grande duelo no Mineirão no início da década de 1970 diante de mais de 100 mil pessoas, jogo que valeu pela Taça de Prata. Da esquerda para a direita vemos Piazza, Vanderlei Paiva, do Galo, Darci Menezes, Brito e Moraes (ao fundo)

Continua após a publicidade

Cruzeiro e Atlético travaram um grande duelo no Mineirão no início da década de 1970 diante de mais de 100 mil pessoas, jogo que valeu pela Taça de Prata. Da esquerda para a direita vemos Piazza, Vanderlei Paiva, do Galo, Darci Menezes, Brito e Moraes (ao fundo)

Em pé: Carlos, Juninho, Polozzi, Vanderlei, Jair Picerni e Odirlei. Agachados: Lúcio, Marco Aurélio, Dadá, Dicá e Tuta

Em pé: Carlos, Juninho, Polozzi, Vanderlei, Jair Picerni e Odirlei. Agachados: Lúcio, Marco Aurélio, Dadá, Dicá e Tuta

Em pé: Bibi, Vanderlei, Marzukievski, Grapete, Vantuir e Oldair. Agachados: Guará, Humberto Ramos, Dario, Hamilton Melo e Serginho

Em pé: Bibi, Vanderlei, Marzukievski, Grapete, Vantuir e Oldair. Agachados: Guará, Humberto Ramos, Dario, Hamilton Melo e Serginho

Em pé: Canindé, Hélio, Grapete, Xerife Vander, Vanderlei e Warley Ornelas. Agachados: Buião, Lacy, Santana (ex-Santos), Edgard Maia e Tião

Continua após a publicidade

Em pé: Canindé, Hélio, Grapete, Xerife Vander, Vanderlei e Warley Ornelas. Agachados: Buião, Lacy, Santana (ex-Santos), Edgard Maia e Tião

O empresário Norimiti Higa, à esquerda, com ex-jogadores da Ponte Preta. Ao seu lado, à direita, Jair Picerni. Atrás de Higa estão Vanderlei Paiva e Tuta. Foto enviada por Norimiti Higa

O empresário Norimiti Higa, à esquerda, com ex-jogadores da Ponte Preta. Ao seu lado, à direita, Jair Picerni. Atrás de Higa estão Vanderlei Paiva e Tuta. Foto enviada por Norimiti Higa

Dois momentos de Vanderlei Paiva

Dois momentos de Vanderlei Paiva

Em janeiro de 2021. Foto: arquivo pessoal de Vanderlei Paiva

Continua após a publicidade

Em janeiro de 2021. Foto: arquivo pessoal de Vanderlei Paiva

O ótimo time do Atlético-MG na temporada de 1973

O ótimo time do Atlético-MG na temporada de 1973

Seleção brasileira que venceu a Argentina, por 2 a 1, no Mineirão, em 6 de agosto de 1975. Em pé: Em pé: Nelinho, Piazza, Amaral, Getúlio, Raul e Vanderlei. Agachados: Roberto Batata, Marcelo, Campos, Danival e Romeu.

Seleção brasileira que venceu a Argentina, por 2 a 1, no Mineirão, em 6 de agosto de 1975. Em pé: Em pé: Nelinho, Piazza, Amaral, Getúlio, Raul e Vanderlei. Agachados: Roberto Batata, Marcelo, Campos, Danival e Romeu.

Seleção brasileira que perdeu para o Peru, por 3 a 1, nas semifinais da Copa América, em 30 de setembro de 1975. Em pé: Nelinho, Vanderlei, Miguel, Piazza, Raul e Getúlio. Agachados: Roberto Batata, Geraldo, Roberto Dinamite, Palhinha e Romeu.

Continua após a publicidade

Seleção brasileira que perdeu para o Peru, por 3 a 1, nas semifinais da Copa América, em 30 de setembro de 1975. Em pé: Nelinho, Vanderlei, Miguel, Piazza, Raul e Getúlio. Agachados: Roberto Batata, Geraldo, Roberto Dinamite, Palhinha e Romeu.

Londrina campeão da Taça de Prata em 1980. Em pé: Toninho Paranaense, Gilberto, Jorge, Zé Antônio, Fernando e Vanderlei Paiva. Agachados: Venturini (massagista), Zé Dias, Lívio, Paulinho, Éverton e Nivaldo. Foto: Folha de Londrina

Londrina campeão da Taça de Prata em 1980. Em pé: Toninho Paranaense, Gilberto, Jorge, Zé Antônio, Fernando e Vanderlei Paiva. Agachados: Venturini (massagista), Zé Dias, Lívio, Paulinho, Éverton e Nivaldo. Foto: Folha de Londrina

Time do Atlético Mineiro sendo homenageado, em Belo Horizonte, após a conquista do título brasileiro de 1971. Na fileira de cima vemos Dario, de camisa branca, e abaixo dele aparece Vanderlei Paiva. Abaixo dele o goleiro Careca e Normandes (de terno escuro) e Beto (de bigode) e o goleiro Renato (de camisa branca). Também na fileira de cima, o penúltimo é o técnico Telê Santana e duas pessoas antes dele está o zagueiro Vantuir. Os dois debaixo são Oldair e Ronaldo e acima deles aparecem Pedrilho (de camisa escura), Humberto Ramos (encoberto), Grapete (de camisa branca), Guerino Neto e Humberto Monteiro (de camisa estampada).

Time do Atlético Mineiro sendo homenageado, em Belo Horizonte, após a conquista do título brasileiro de 1971. Na fileira de cima vemos Dario, de camisa branca, e abaixo dele aparece Vanderlei Paiva. Abaixo dele o goleiro Careca e Normandes (de terno escuro) e Beto (de bigode) e o goleiro Renato (de camisa branca). Também na fileira de cima, o penúltimo é o técnico Telê Santana e duas pessoas antes dele está o zagueiro Vantuir. Os dois debaixo são Oldair e Ronaldo e acima deles aparecem Pedrilho (de camisa escura), Humberto Ramos (encoberto), Grapete (de camisa branca), Guerino Neto e Humberto Monteiro (de camisa estampada).

Atlético Mineiro no início dos anos 70. Em pé: Careca, Humberto Monteiro, Wander, Vanderlei Paiva, Vantuir e Renato. Agachados: Vaguinho, Oldair, Pedrilho, Lacy e Romeu

Continua após a publicidade

Atlético Mineiro no início dos anos 70. Em pé: Careca, Humberto Monteiro, Wander, Vanderlei Paiva, Vantuir e Renato. Agachados: Vaguinho, Oldair, Pedrilho, Lacy e Romeu

Atlético Mineiro em 1972. Em pé: Grapete, Mussula, Vanderlei Paiva, Normandes, Oldair e Cincunegui. Agachados: Guerino Neto, Spencer, Tatá, Lola e Romeu

Atlético Mineiro em 1972. Em pé: Grapete, Mussula, Vanderlei Paiva, Normandes, Oldair e Cincunegui. Agachados: Guerino Neto, Spencer, Tatá, Lola e Romeu

Atlético Mineiro de 1972. Em pé: Grapete, Zé Maria, Vanderlei Paiva, Normandes, Careca e Cincunegui. Agachados: Ismael, Oldair, Campos, Bibi e Nílson

Atlético Mineiro de 1972. Em pé: Grapete, Zé Maria, Vanderlei Paiva, Normandes, Careca e Cincunegui. Agachados: Ismael, Oldair, Campos, Bibi e Nílson

Abertura do campeonato brasileiro de 1971, Cândido (camisa 9) e Dirceu (camisa 10), do América Mineiro, e Normandes e Vanderlei Paiva, do Atlético. O jogo terminou em 1 a 1.

Continua após a publicidade

Abertura do campeonato brasileiro de 1971, Cândido (camisa 9) e Dirceu (camisa 10), do América Mineiro, e Normandes e Vanderlei Paiva, do Atlético. O jogo terminou em 1 a 1.

Rivais em campo mas amigos fora... Jogadores da Ponte e do Guarani reunidos em 1978. Da esquerda para a direita: Renato, Vanderlei Paiva, Zenon, Marco Aurélio, Zé Carlos e Dicá. Foto: arquivo pessoal de Luiz Ceará

Rivais em campo mas amigos fora... Jogadores da Ponte e do Guarani reunidos em 1978. Da esquerda para a direita: Renato, Vanderlei Paiva, Zenon, Marco Aurélio, Zé Carlos e Dicá. Foto: arquivo pessoal de Luiz Ceará

Debate futebolístico em estúdio móvel da Rádio Bandeirantes de Campinas, em 09 de setembro de 2017. Sentados, da esquerda para a direita: Vanderlei Paiva, Vampeta, Juninho Fonseca e Renato Pé Murcho. Em pé, o jornalista José Arnaldo Canisim. Foto: arquivo pessoal de Carlos Batista

Debate futebolístico em estúdio móvel da Rádio Bandeirantes de Campinas, em 09 de setembro de 2017. Sentados, da esquerda para a direita: Vanderlei Paiva, Vampeta, Juninho Fonseca e Renato Pé Murcho. Em pé, o jornalista José Arnaldo Canisim. Foto: arquivo pessoal de Carlos Batista

José Arnaldo Canisim entrevista Vanderlei Paiva em 09 de setembro de 2017, em estúdio da Rádio Bandeirantes de Campinas. Foto: arquivo pessoal de Carlos Batista

Continua após a publicidade

José Arnaldo Canisim entrevista Vanderlei Paiva em 09 de setembro de 2017, em estúdio da Rádio Bandeirantes de Campinas. Foto: arquivo pessoal de Carlos Batista

Em 09 de setembro de 2017, em estúdio da Rádio Bandeirantes de Campinas, sentados, da esquerda para a direita: Vanderlei Paiva, Vampeta e Juninho Fonseca. Atrás, com o microfone, José Arnaldo Canisim. Foto: arquivo pessoal de Carlos Batista

Em 09 de setembro de 2017, em estúdio da Rádio Bandeirantes de Campinas, sentados, da esquerda para a direita: Vanderlei Paiva, Vampeta e Juninho Fonseca. Atrás, com o microfone, José Arnaldo Canisim. Foto: arquivo pessoal de Carlos Batista

Vanderlei Paiva e Jair Picerni, em setembro de 2016. Foto: reprodução

Vanderlei Paiva e Jair Picerni, em setembro de 2016. Foto: reprodução

Na década de 70 e em 12 de julho de 2015

Continua após a publicidade

Na década de 70 e em 12 de julho de 2015

Vanderlei Paiva no Jogo das Estrelas, entre Seleção de Campinas e Seleção Paulista para comemorar os 241 anos da cidade de Campinas, em 12 de julho de 2015, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa. Foto: Fernanda Sunega

Vanderlei Paiva no Jogo das Estrelas, entre Seleção de Campinas e Seleção Paulista para comemorar os 241 anos da cidade de Campinas, em 12 de julho de 2015, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa. Foto: Fernanda Sunega

Na década de 70, premiado com a Bola de Prata da Revista Placar. Foto: Revista Placar

Na década de 70, premiado com a Bola de Prata da Revista Placar. Foto: Revista Placar

Atlético Mineiro, em 1968. Da esquerda para a direita, em pé: Humberto Monteiro, Vanderlei, Vander, Mussula, Djalma Dias e Cincunegui. Agachados: Vaguinho, Carlinhos, Dario, Oldair e Tião. Foto enviada por José Eustáquio

Continua após a publicidade

Atlético Mineiro, em 1968. Da esquerda para a direita, em pé: Humberto Monteiro, Vanderlei, Vander, Mussula, Djalma Dias e Cincunegui. Agachados: Vaguinho, Carlinhos, Dario, Oldair e Tião. Foto enviada por José Eustáquio

Atlético Mineiro, em 1972. Da esquerda para a direita, em pé: Mazurkiewicz, Raul Fernandes, Oldair, Vanderlei Paiva, Vantuir e Cláudio Mineiro. Agachados: Guerino Neto, Spencer, Dario, Lola e Romeu. Foto enviada por José Eustáquio

Atlético Mineiro, em 1972. Da esquerda para a direita, em pé: Mazurkiewicz, Raul Fernandes, Oldair, Vanderlei Paiva, Vantuir e Cláudio Mineiro. Agachados: Guerino Neto, Spencer, Dario, Lola e Romeu. Foto enviada por José Eustáquio

Time do Atlético Mineiro. Da esquerda para a direita, em pé: Warlei, Mussula, Vanderlei, Grapete, Normandes e Cincunegui. Agachados: Ronaldo, Amauri Horta, Dario, Lola e Tião. Foto enviada por José Eustáquio

Time do Atlético Mineiro. Da esquerda para a direita, em pé: Warlei, Mussula, Vanderlei, Grapete, Normandes e Cincunegui. Agachados: Ronaldo, Amauri Horta, Dario, Lola e Tião. Foto enviada por José Eustáquio

Acima, o time do Paulista de 1977. Em pé: Odirlei, Dicá, Oscar, Polozzi, Eugênio, Wilson Zanon, Júlio, Wanderley Paiva e Angelo. Agachados: Luiz Sérgio (Massagista), Lúcio, Jair Picerni, Tuta, Carlos, Rui Rei, Afrânio e Parraga. Foto: Site oficial da Ponte Preta

Continua após a publicidade

Acima, o time do Paulista de 1977. Em pé: Odirlei, Dicá, Oscar, Polozzi, Eugênio, Wilson Zanon, Júlio, Wanderley Paiva e Angelo. Agachados: Luiz Sérgio (Massagista), Lúcio, Jair Picerni, Tuta, Carlos, Rui Rei, Afrânio e Parraga. Foto: Site oficial da Ponte Preta

Equipe do Atlético-MG no Morumbi em 21 de setembro de 1969. O Galo venceu o São Paulo por 5 a 2. Em pé, da esquerda para a direita: Normandes, Humberto Monteiro, Grapete, Vanderlei Paiva, Mussula e Cincunegui. Agachados. Ronaldo Drummond, Oldair, Dario Vaguinho e Tião Rocha. Foto enviada por Walter Roberto Peres

Equipe do Atlético-MG no Morumbi em 21 de setembro de 1969. O Galo venceu o São Paulo por 5 a 2. Em pé, da esquerda para a direita: Normandes, Humberto Monteiro, Grapete, Vanderlei Paiva, Mussula e Cincunegui. Agachados. Ronaldo Drummond, Oldair, Dario Vaguinho e Tião Rocha. Foto enviada por Walter Roberto Peres

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes