PUBLICIDADE
Topo

Receba os novos posts desta coluna no seu e-mail

Email inválido
Seu cadastro foi concluído!
reinaldo-azevedo

Reinaldo Azevedo

mauricio-stycer

Mauricio Stycer

josias-de-souza

Josias de Souza

jamil-chade

Jamil Chade

Milton Neves

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Milton: O Timão está passando vergonha na busca por um camisa 9

Centroavante Diego Costa, ex-Atlético-MG, avalia propostas para saber onde vai jogar em 2022 - Alessandra Torres/AGIF
Centroavante Diego Costa, ex-Atlético-MG, avalia propostas para saber onde vai jogar em 2022 Imagem: Alessandra Torres/AGIF
Conteúdo exclusivo para assinantes
Milton Neves

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

22/01/2022 09h42

A tarefa de conseguir um homem-gol de peso não está fácil pelos lados do Parque São Jorge, minha gente.

Ao que tudo indica, micou mais uma negociação corintiana com um camisa 9.

Depois de quebrar a cara com os tops uruguaios Cavani e Suárez, agora foi a vez de o torcedor do Timão se frustrar com o negócio não consolidado com o excelente Diego Costa.

Isso sem contar a especulação da contratação de Arthur Cabral, que também parece distante.

Gol custa caro, meus amigos. E o Corinthians está sentindo isso na pele.

O grande problema é que a direção corintiana "prometeu" um 9 de primeira linha. E agora não pode trazer um centroavante mais ou menos.

E nessa, o tempo vai passando, as opções vão se reduzindo, as competições vão se iniciando, e a torcida se irritando.

Pelo andar da carruagem até aqui, dá a impressão de que o corintiano dormiu sonhando com Cavani e Diego Costa e pode acordar com o "Zezinho das Couves". A expectativa criada foi altíssima e para corresponder agora vai ser complicado.

Enquanto isso, os rivais dão risada.

Afinal, como não lembrar dos episódios parecidos no passado, quando foram "prometidos" nomes como Drogba e Seedorf?

Era melhor ter ficado na moita, sonhando "pequeno" e, quem sabe, ter surpreendido a Fiel com um nome de peso.

Agora, ou traz um 9 de primeira prateleira, ou continuará passando vergonha.

OPINE!