PUBLICIDADE
Topo

Milton Neves

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Milton: Vinícius Júnior com tudo para ofuscar Neymar na Copa!

Vinícius Júnior encara marcação de Raúl Garcia no jogo entre Real Madrid e Athletic Bilbao - PIERRE-PHILIPPE MARCOU/AFP
Vinícius Júnior encara marcação de Raúl Garcia no jogo entre Real Madrid e Athletic Bilbao Imagem: PIERRE-PHILIPPE MARCOU/AFP
Conteúdo exclusivo para assinantes
Milton Neves

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

10/01/2022 07h30

E Vinícius Júnior parece viver um momento mágico mesmo!

O atacante do Real Madrid, recuperado da maldita Covid, retornou ao time merengue em grande estilo no último sábado (8) fazendo dois gols na vitória por 4 a 1 diante do Valencia.

O italiano Carlo Ancelotti, seu treinador, está cada vez mais encantado com o talento do brasileiro.

Recentemente escrevi aqui mesmo no blog que Neymar, nossa estrela solitária, está se apagando, isso com base em seu pior ano no futebol, a partir do levantamento dos amigos do globoesporte.com

Aos 21 anos, oito mais jovem que Neymar — este com um histórico de lesões consideráveis —, Vinícius Júnior se mostra hoje o jogador mais capaz de ser o destaque da Seleção Brasileira na Copa do Catar, com predicados suficientes para ofuscar Neymar no time canarinho.

Claro, se ambos estiverem jogando o "fino da bola" no Mundial, sorte a nossa!

Mas, de acordo com o infalível "Data-Neves", o ex-rubro-negro hoje tem as maiores probabilidades de ser a nossa maior estrela e, quem sabe, em pouco tempo levantar a Bola de Ouro, que Neymar tanto cobiçou e parece cada vez mais improvável que decore a estante de sua casa...

E você, amigo (a), o que acha?

OPINE!