PUBLICIDADE
Topo

Milton Neves

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Milton: Suíços estragam a festa, mas CR7 ainda tem bola para ser "The Best"

Cristiano Ronaldo comemora com companheiros gol marcado pelo Manchester United conntra o Young Boys - Sebastien Bozon/AFP
Cristiano Ronaldo comemora com companheiros gol marcado pelo Manchester United conntra o Young Boys Imagem: Sebastien Bozon/AFP
Milton Neves

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

14/09/2021 16h02

Young Boys 2 x 1 Manchester United

Sem dúvida alguma, a transferência mais comentada da última janela europeia foi a de Messi para o PSG.

E com razão, já que o astro argentino até agora jamais tinha vestido outra camisa que não a do Barcelona.

Mas, olha, uma outra mudança de ares no futebol do Velho Continente, que ficou em segundo plano, já vem dando muito mais resultado.

Sim, já que Cristiano Ronaldo não precisou dessa de "tempo de adaptação" para voltar arrebentando ao Manchester United.

Em sua reestreia, contra o Newcastle, já tinha deixado a sua marca duas vezes na goleada por 4 a 1 dos "Diabos Vermelhos".

E hoje, no primeiro jogo do United pela Champions desta temporada, o português precisou de apenas 12 minutos para balançar as redes.

Olha, que fôlego é esse?

Com 36 anos!

Incrível o craque luso!

Pena que, na sequência, Wan-Bissaka foi "juvenil", levou cartão vermelho e comprometeu a partida da equipe inglesa contra o Young Boys.

E os suíços ainda viraram o placar, com direito a "assistência" de Lingard, que, por burrice do técnico Solskjaer, entrou no segundo tempo no lugar de Cristiano.

Convenhamos, não se saca de campo o genial CR7 impunemente, não é mesmo?

Bem, mas mesmo assim, anotem o que eu digo aqui.

O português, aos 36 anos, vai, sim, brigar pelo prêmio "The Best"!

E tem grandes chances de levar!

Opine!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL