PUBLICIDADE
Topo

Inglaterra pode cancelar a Premier League. E o título do Liverpool?

Lei em Campo

Andrei Kampff é jornalista formado pela PUC-RS e advogado pela UFRGS-RS. Pós graduando em Direito Esportivo e conselheiro do Instituto Ibero Americano de Direito Desportivo e criador do portal Lei em Campo. Trabalha com esporte há 25 anos, tendo participado dos principais eventos esportivos do mundo e viajado por 32 países atrás de histórias espetaculares. É autor do livro ?#Prass38?.

19/03/2020 04h00

Nesta quinta os representantes da Premier League discutiram o futuro da atual temporada. E confirmaram: nada de futebol na Inglaterra pelo menos até dia 30 de abril.

Vivemos algo inimaginável. O coronavírus assusta o mundo, prende as pessoas e para o esporte. E ninguém sabe por quanto tempo. As previsões iniciais não irão se confirmar. A Conmebol já anunciou - ainda de maneira otimista - um "possível" retorno da Libertadores e da Copa Sul-americana para o dia 5 de maio. Pelo mundo, qualquer previsão é arriscada, tanto que na Inglaterra, mesmo com essa nova data anunciada, já se discute inclusive a possibilidade da Premier League não terminar. E aí, como fica o Liverpool? Segundo a BBC de Londres, os responsáveis pelo principal campeonato nacional do planeta discutem três possibilidades:

i. Declarar a temporada nula, e recomeçá-la na próxima temporada com as mesmas equipes que começaram a atual temporada;

ii. Permitir o acesso e o rebaixamento para os clubes de acordo com suas atuais posições; ou

iii. Disputa em sistema de mata-mata.

Longe do ideal, tendo em vista a campanha sensacional do Liverpool e da batalha dos times da zona do rebaixamento, essas hipóteses são extremamente controversas.

Qualquer que seja o caminho diante dessas possibilidades, o Liverpool seria o maior prejudicado.

O clube inglês busca o título inédito da Premier League, e voltar a levantar a principal competição da Inglaterra depois de 30 anos. Trinta! E para chegar lá fazia uma campanha que beirava a perfeição.

O time de Kllopp abriu 25 pontos de vantagem sobre o segundo colocado na tabela, o Manchester City, Faltam apenas 9 jogos para o fim da liga, e só uma tragédia, que até para o futebol seria quase impossível, tiraria o título dos Reds O título seria comemorado muito antes do fim da temporada, não fosse o vírus.

O Luiz Costa, advogado em Londres e colunista do Lei em Campo escreveu: "como na maioria das coisas desta vida (e como sempre no futebol), não há certezas absolutas. A situação atual é tão insólita, que não há uma previsão específica sobre o que acontecerá com o título da liga inglesa deste ano caso as últimas rodadas não sejam jogadas.".

Mesmo a previsão de 30 de abril é arriscada. Segundo especialistas assessorando o governo Britânico, o pico do vírus pode acontecer entre as próximas 10 e 14 semanas. O que parece mais provável, neste mundo de incertezas, é que o período de suspensão da Premier League será estendido.

As possibilidades estão na mesa, e nenhuma me parece justa com o Liverpool. Em qualquer possibilidade com bola rolando, o título seria dele.

Segundo Luiz Costa, "não é mais possível dizer que o título do Liverpool é garantido tendo em vista que a anulação do campeonato ainda está em pauta.""

A hora é de se cuidar de um problema maior, da saúde do planeta. A Liga Inglesa e o Liverpool sabem disso.

Mas pode apostar. Se o campeonato não voltar, e a temporada for anulada, é muito provável que o jogo vá parar nos Tribunais. O clube inglês irá buscar o título na Inglaterra, no Tribunal Arbitral do Esporte e, se for o caso, até no Tribunal Suíço.

E nesse jogo, o time de Klopp deve encontrar mais dificuldade do que encontrou em campo na última temporada.

Nos siga nas redes sociais: @leiemcampo

Errata: o texto foi atualizado
Diferente do que foi informado anteriormente, o Liverpool está sem ganhar a Premier League há 30 anos, e não 20. O erro foi corrigido.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Lei em Campo, por Andrei Kampff