PUBLICIDADE
Topo

Julio Gomes

O Real Madrid é uma montanha russa. E isso não vai mudar

Zidane não consegue fazer o Real Madrid engrenar - GettyImages
Zidane não consegue fazer o Real Madrid engrenar Imagem: GettyImages
Julio Gomes

Julio Gomes é jornalista esportivo desde que nasceu. Mas ganha para isso desde 1998, quando começou a carreira no UOL, onde foi editor de Esporte e trabalhou até 2003. Viveu por mais de 5 anos na Europa - a maior parte do tempo em Madrid, mas também em Londres, Paris e Lisboa. Neste período, estudou, foi correspondente da TV e Rádio Bandeirantes e comentarista do Canal+ espanhol, entre outras publicações europeias. Após a volta para a terrinha natal, foi editor-chefe de mídias digitais e comentarista da ESPN e também editor-chefe da BBC Brasil. Já cobriu cinco Copas do Mundo e, desde 2013, está de volta à primeira das casas.

14/01/2021 19h23

Depois de nove jogos e um mês e meio sem derrotas, o Real Madrid caiu diante do Athletic Bilbao na semifinal da Supercopa da Espanha. Não é o torneio mais importante do calendário, mas o Real adora um troféu. Todos adoram! E Zidane mandou a campo o melhor que poderia mandar. Acabou perdendo por 2 a 1 para o Bilbao, que enfrentará o Barcelona na final.

Já falei várias vezes e esta é uma realidade. O Real Madrid vai viver a temporada toda na montanha russa, mais ou menos como aconteceu nos últimos anos.

Podemos olhar para o recorte de nove jogos sem perder, com classificação na Champions e vitória no dérbi contra o Atlético no caminho. Mas também podemos olhar para o recorte dos últimos quatro, com a eliminação na Supercopa e empates contra Elche e Osasuna na Liga.

Não adianta o torcedor madridista querer estabilidade. É um time que não investiu recentemente, que se apoia em veteranos que já ganharam tudo o que tinham para ganhar e dois quase adolescentes brasileiros que ainda têm muito o que provar. É uma mistura que pode dar certo para ganhar a Liga espanhola, como aconteceu ano passado. Mas não vejo chances na Champions, por exemplo.

Nada demais, enfim, considerando o tamanho do Real Madrid. A eliminação para o Athletic não é surpreendente. Como não seria uma eventual vitória. Deste Real da atualidade, dá para esperar qualquer coisa. Menos um drible do Hazard.