PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Julio Gomes


Euro-21: Uefa toma boa decisão. Agora falta Conmebol adiar a Copa América

Uefa fará proposta para decidir a Liga dos Campeões e a Liga Europa após suspensão dos campeonatos - GettyImages
Uefa fará proposta para decidir a Liga dos Campeões e a Liga Europa após suspensão dos campeonatos Imagem: GettyImages
Julio Gomes

Julio Gomes é jornalista esportivo desde que nasceu. Mas ganha para isso desde 1998, quando começou a carreira no UOL, onde foi editor de Esporte e trabalhou até 2003. Viveu por mais de 5 anos na Europa - a maior parte do tempo em Madrid, mas também em Londres, Paris e Lisboa. Neste período, estudou, foi correspondente da TV e Rádio Bandeirantes e comentarista do Canal+ espanhol, entre outras publicações europeias. Após a volta para a terrinha natal, foi editor-chefe de mídias digitais e comentarista da ESPN e também editor-chefe da BBC Brasil. Já cobriu cinco Copas do Mundo e, desde 2013, está de volta à primeira das casas.

17/03/2020 09h50

Resumo da notícia

  • Competição de seleções da Europa fica para 2021
  • Decisão abre espaço para uma tentativa de encerrar os torneios de clubes no verão
  • Conmebol precisa copiar e adiar uma Copa América que nunca teve sentido algum

A Uefa não tinha o que fazer. A Euro-2020 era simplesmente impossível de ser realizada, ainda mais pelo formato único que ela teria, disputada em 12 países. A Europa está acuada. As fronteiras, abertas em tempos de União Europeia, foram fechadas. São tempos de dúvidas e de união, tempos sombrios, que o continente não vive desde as duas grandes guerras.

Como celebrar uma festa como a Euro deste jeito? Era melhor mesmo deixar para o ano que vem, quando - assim esperamos - tudo já estará de volta ao normal.

Um fato inédito, logicamente. Nunca uma Copa do Mundo ou Eurocopa foi disputada em ano ímpar.

Empurrar a Euro, além de tudo, abre um espaço no calendário para que as ligas domésticas, a Liga dos Campeões e a Europa League sejam retomadas.

Para esse plano dar certo, claro, são necessários um pouquinho de sorte e muita resiliência da população, encarcerada em suas próprias casas. Será que aparecerá alguma boa notícia que contenha o coronavírus? Talvez a chegada da primavera e, depois, do verão? Talvez o calor, além das medidas de contenção e isolamento social, façam com que a Europa possa voltar a ter vida em um ou dois meses.

Não é a coisa mais importante do momento, mas seria muito desagradável que os campeonatos todos ficassem sem fim. Sem campeões. Sem os grandes jogos da Champions.

Agora falta a Conmebol tomar uma atitude em relação à Copa América. Uma competição que já não teria sentido de qualquer maneira - a deste ano seria a quarta Copa em seis anos, um completo absurdo. Ninguém mais aguenta tanta Copa América. Banalizou. Aliás, nem para o ano que vem a Copa América precisava ser adiada! Simplesmente cancelem o torneio, deixem para 2024, eu garanto que todos estaremos com saudades.

Além do problema do calendário, que encavalaria a Copa América com essa reta final das ligas europeias, estaremos no inverno em nosso continente. Não tenho a menor dúvida que o coronavírus estará mais forte do que nunca por essas bandas, não há a menor condição de realizar o torneio, ainda mais em dois países.

A Conmebol foi mais rápida que a Uefa ao adiar os jogos da Libertadores - que, aliás, possivelmente ficarão lá para o segundo semestre. Agora que imite sua irmã europeia e deixe a Copa América para depois.

Julio Gomes