PUBLICIDADE
Topo

Gabriel Vaquer

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Fora da Globo, Carioca perde 55% de audiência; Record vê Fla como salvação

Arrascaeta, do Flamengo, no Campeonato Carioca: Record usará Fla para elevar números e tentar mais aceitação comercial - ESTADÃO CONTEÚDO
Arrascaeta, do Flamengo, no Campeonato Carioca: Record usará Fla para elevar números e tentar mais aceitação comercial Imagem: ESTADÃO CONTEÚDO
Gabriel Vaquer

Gabriel Vaquer cobre mídia esportiva desde 2014. No UOL Esporte, conta detalhes do evento onde seu time joga e onde seu profissional de TV esportiva favorito vai trabalhar.

Colunista do UOL

01/05/2021 04h00

A Record vai exibir neste e no próximo fim de semana as semifinais do Campeonato Carioca 2021 entre Flamengo x Volta Redonda. As partidas serão exibidas hoje (1º) e no próximo sábado (8) para 14 estados e o Distrito Federal, a partir das 21h (horário de Brasília). O confronto foi escolhido para aumentar a audiência e impulsionar as vendas comercias do Estadual no mata-mata, que estão ruins.

A coluna apurou que a Record não gostou dos resultados na primeira fase da competição. Com 11 jogos transmitidos, a emissora marcou média geral de 8 pontos de audiência na Grande Rio de Janeiro, o principal mercado interessado no Estadual fluminense. Nenhuma partida foi líder nos números.

Para efeito de comparação, a Globo, na mesma primeira fase em 2020 e sem o Flamengo para exibir, obteve 18 pontos de média. Ou seja, houve uma queda de 55% no número de telespectadores este ano. Se a Globo alcançou em média 2,179 milhões de espectadores com os jogos da primeira fase do Estadual no ano passado, a Record conseguiu apenas 1,005 milhão de indivíduos.

Em 2020, a final entre Flamengo e Fluminense foi exibida pelo SBT depois de a Globo rescindir o contrato com a competição devido a uma briga com o Rubro-Negro.

Se comparado com os números de 2019, o último ano de contrato com o Flamengo pelo Estadual do Rio com a Globo, a perda de audiência é ainda maior. Naquele ano, o Carioca marcou 20 pontos de média. Ou seja, na mesma configuração que a principal concorrente, a Globo teve 240% mais audiência dois anos atrás que a Record em 2021 com a primeira fase do Carioca.

Outro exemplo do alcance que o Carioca tinha em TV aberta, a menor audiência da história de uma semifinal de Estadual na TV com o Flamengo foi em Cabofriense x Flamengo, no dia 26 de março de 2014, com 23 pontos. Qualquer número inferior a esse será o pior resultado do Fla num jogo de semifinal de Estadual.

Ao escolher as semifinais entre Flamengo e Volta Redonda para exibir nesta temporada, a Record tentar melhorar os números de Ibope e alavancar as vendas comerciais dos jogos já pensando nas duas finais do Campeonato Carioca 2021. Os confrontos decisivos do torneio estão previstos para dois domingos à tarde, em 16 e 23 de maio.

O que anima a emissora paulista é que, se um clássico entre Flamengo e Fluminense acontecer na final do Estadual, como foi em 2020, haverá grande interesse de patrocinadores pela perspectiva de altos números de ibope que o duelo poderá marcar.

A Record possui contrato de TV aberta pelo Campeonato Carioca até 2022. Neste ano, a emissora ofereceu R$ 11 milhões pelos direitos. No ano que vem, pagará R$ 15 milhões.