PUBLICIDADE
Topo

Danilo Lavieri

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Palmeiras vence Santos mais na raça do que na bola, e VAR acerta duas vezes

Gustavo Gómez comemora gol do Palmeiras contra o Santos, pelo Brasileirão 2022 - Raul Baretta/AGIF
Gustavo Gómez comemora gol do Palmeiras contra o Santos, pelo Brasileirão 2022 Imagem: Raul Baretta/AGIF
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

29/05/2022 18h01

O Palmeiras não jogou bem, teve até Raphael Veiga perdendo pênalti, mas arrancou uma vitória por 1 a 0 em cima do Santos importantíssima na Vila Belmiro neste domingo (29). O Alviverde mantém a arrancada no Brasileirão e agora só seca o Corinthians para continuar como líder.

A equipe do Palestra Itália não fez por merecer o triunfo, teve Dudu, Raphael Veiga, Gustavo Scarpa e Zé Rafael bastante apagados, mas justiça não é sempre presente no futebol. Já o Santos jogou acima do que normalmente tem mostrado, mas não o suficiente. Quem fez justiça foi o VAR. O árbitro de vídeo acertou nas duas grandes intervenções que teve.

Primeiro, anulando um gol do Santos que teve início em falta clara de Léo Baptistão, que empurrou Zé Rafael pelas costas com as duas mãos. A bola na rede saiu logo após essa intervenção, o que não deixa dúvidas que a arbitragem acertou.

Depois, foi a vez de o VAR avisar Luiz Flávio de Oliveira que Fernandéz fez falta claríssima em Marcos Rocha com um encontrão apenas nas costas do palmeirense. O lance, aliás, poderia ter sido marcado sem o auxílio da tecnologia.

A prova que o Palmeiras não estava nos seus melhores dias foi que Raphael Veiga perdeu o seu primeiro pênalti com essa camisa. A tarde não parecia ser para o time da capital, até que Gustavo Gómez conseguiu desviar para abrir o placar.

O Santos se descontrolou. Prejudicado mais de uma vez neste Brasileirão pela arbitragem, os jogadores não conseguiam mais atuar e só pensavam em reclamar com a arbitragem. Desta vez, no entanto, sem razão.

Siga também as opiniões de Danilo Lavieri no Twitter, no Instagram e no TikTok