PUBLICIDADE
Topo

Danilo Lavieri

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Everton Ribeiro não merece convocação e reflete problema de Tite no Brasil

Everton Ribeiro pela seleção brasileira contra a Venezuela - Lucas Figueiredo/CBF
Everton Ribeiro pela seleção brasileira contra a Venezuela Imagem: Lucas Figueiredo/CBF
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

14/05/2021 11h32

A lista de Tite para os jogos contra Equador e Paraguai, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, não trouxe grandes surpresas em relação às últimas convocações. A principal questão é que Everton Ribeiro não tem conseguido jogar bem nem no Flamengo e não está no melhor momento para ser chamado para a seleção brasileira.

A ida dele, no entanto, reflete um problema antigo do treinador, que é a convocação de um meia de criação. Tite apostou por muito tempo em Philippe Coutinho, que não correspondeu aos chamados. A insistência com o meia do Barcelona rendeu críticas, e o treinador manteve a aposta por conta do que já tinha visto do atleta no passado.

A chamada de Everton Ribeiro parece repetir a mesma lógica. O flamenguista tem sido criticado rotineiramente por suas apresentações no time carioca e, mesmo assim, apareceu na lista unicamente por conta do que já mostrou em um passado não tão distante, inclusive com a amarelinha. Nas últimas vezes que foi convocado, ele foi extremamente elogiado pela comissão. No Ninho do Urubu, aliás, há quem atribua a queda de desempenho do meia por conta de sua convocação.

Outra polêmica também tem referência direta com o Flamengo: Gerson. O meio-campista já mostrou mais de uma vez que tem qualidade para ser convocado para a seleção principal. Há uma tese que o jogador não é convocado por conta da recusa para disputar o Pré-Olímpico em janeiro do ano passado, o que Tite nega. Mas não chamá-lo mais uma vez, ainda mais com Douglas Luiz suspenso da primeira partida, abre espaço para quem acredita nessa teoria, mesmo que ela tenha sido convocado mais tarde por André Jardine. O lugar dele é na principal.

Fred, do Manchester United, voltou à lista após ser constantemente elogiado pelo seu desempenho na Premier League, e Lucas Paquetá continua entre os lembrados por conta do que mostra no Lyon.

No restante da lista, Lucas Veríssimo já merecia uma chance pelo que havia mostrado no Santos, e Daniel Alves, convocado novamente, ainda é o melhor lateral direito disponível para a seleção brasileira, apesar da idade e dúvida se ele chega em condições para a Copa de 2022. A mesma lógica se repete com Thiago Silva, que também vive um excelente momento no Chelsea. Gabriel Barbosa é jovem, mas também vive excelente fase e merece ser testado novamente.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL