PUBLICIDADE
Topo

Danilo Lavieri

Red Bull aponta gol irregular do Palmeiras, e CBF cita ponto cego no VAR

Imagem da equipe de análise de desempenho do Red Bull mostra Gabriel Menino, do Palmeiras, adiantado na hora do passe - Reprodução
Imagem da equipe de análise de desempenho do Red Bull mostra Gabriel Menino, do Palmeiras, adiantado na hora do passe Imagem: Reprodução
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

28/12/2020 16h04

O Red Bull Bragantino aponta uma irregularidade no gol do Palmeiras no jogo do último domingo. De acordo com apuração do blog, o time reclamou formalmente com a CBF sobre o lance e ouviu da entidade que há um ponto cego no VAR que impediu a verificação da posição de Gabriel Menino, autor do cruzamento para o gol de Luiz Adriano.

O lance foi percebido pela equipe de análise de desempenho do time do interior. Em todos os jogos, há um responsável por filmar o jogo diretamente das tribunas com uma câmera aberta. São essas imagens que a comissão técnica usa para melhorar os movimentos durante os treinos.

Em conversa com o chefe de arbitragem da CBF, Leonardo Gaciba, o Red Bull ouviu que há um ponto cego no VAR na região do escanteio onde Gabriel Menino recebeu a bola para cruzar. Usando como referência a linha da grande área, o palmeirense está adiantado em relação aos marcadores na hora que recebeu o passe, segundos depois de ter batido o escanteio.

É importante destacar, no entanto, que a CBF informou que não pôde realizar a verificação, mas isso não significa que houve a comprovação do impedimento.

Imagem da transmissão não mostra posição de Menino na hora do passe de Patrick de Paula - Reprodução/Premiere - Reprodução/Premiere
Imagem da transmissão não mostra posição de Menino na hora do passe de Patrick de Paula
Imagem: Reprodução/Premiere

O gol chegou a ser anulado pelo auxiliar por conta de um suposto impedimento de Luiz Adriano. O VAR verificou as imagens e validou o lance após perceber que o palmeirense estava em condições de jogo.

A transmissão do Premiere mostrou a linha feita pelos árbitros de vídeo que comprovaram que o atacante estava atrás da linha do marcador, mas não houve análise da posição de Menino, como mostra a imagem acima.

O blog tentou contato com Leonardo Gaciba e com a assessoria de imprensa da CBF, mas não obteve retorno até a publicação deste post. A notícia será atualizada caso eles se pronunciem.