PUBLICIDADE
Topo

Danilo Lavieri

Palmeiras: Justiça rejeita pedido, e eleição de vitalícios está mantida

Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras, e Seraphim Del Grande, presidente do conselho deliberativo - Fábio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação
Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras, e Seraphim Del Grande, presidente do conselho deliberativo Imagem: Fábio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação
Danilo Lavieri Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Danilo Lavieri

Colunista do UOL

02/12/2020 16h38

A Justiça de São Paulo negou o pedido do conselheiro do Palmeiras José Apparecido para que as eleições de vitalícios não fossem realizadas na próxima segunda-feira (7).

O Tribunal disse que a ação deve ser julgada extinta porque o presidente do Conselho Deliberativo, Seraphim Del Grande, estava apenas cumprindo o estatuto ao convocar tal pleito.

Cabe recurso, mas o conselheiro ainda não decidiu se vai voltar a acionar a Justiça para tentar impedir o evento.

Apparecido se baseava na última votação para a mudança do estatuto quando a maioria dos associados decidiu que o número de vitalícios deveria ser diminuído. Não houve, no entanto, dois terços dos votos, quantidade necessária para a mudança do estatuto.

Além de Apparecido, outros 22 conselheiros também já haviam protocolado uma carta pedindo para que a eleição não fosse realizada.

A ação tinha Seraphim Del Grande como alvo. Ele se defendeu com auxílio do jurídico do clube e do conselheiro Eugênio Palazzi.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.