Alicia Klein

Alicia Klein

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
OpiniãoEsporte

Palmeiras marca 3, vence com 1 e bota a mão numa taça improvável

Foi difícil explicar para o meu filho de 4 anos por que o Palmeiras marcou três vezes no primeiro tempo e terminou com apenas um no placar — "hat-trick" de Breno Lopes.

Pode ter sido o calor, a pressão do resultado que ajudaria a definir um título, a tranquilidade do Fluminense, mas o Palmeiras começou nervoso, cedendo chances importantes no início da partida.

Quando retomou o controle, parou na arbitragem, em parte. Dois gols anulados e um que valeu, em tarde inspirada de Endrick e Breno.

Um a zero contra um time que tem John Kennedy não traz grande tranquilidade. Mas um a mais em campo, sim.

Aos 10 do segundo tempo, o garoto Justen pisou em Piquerez e acabou expulso em sua estreia no profissional. O ritmo caiu e o domínio do Alviverde, aumentou.

Vinte e duas finalizações, um gol e três pontos fundamentais. Com algum sofrimento no final, porque senão não é Palmeiras.

Seguimos, finalmente, em direção a última rodada de um Brasileirão que tinha tudo para terminar de forma modorrenta. Em relação a Galo e Flamengo, que também venceu hoje, basta ao líder não ser goleado pelo Cruzeiro, que hoje enfrenta o Botafogo.

Somente um resultado insólito tira o título do Verdão. Como de insólito o campeonato está cheio, ninguém vai comemorar antes do tempo. Ainda mais palmeirenses.

Mas falta pouco.

Continua após a publicidade

Siga Alicia Klein no Instagram e no Twitter

Leia todas as colunas da Alicia aqui

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes