Alicia Klein

Alicia Klein

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
OpiniãoEsporte

Sem tesão, Botafogo empata com Fortaleza e vai desistindo de ser grande

Botafogo não quer vencer o campeonato. Só pode. Não é só mais um jogo sem vencer, após esse empate com o Fortaleza, com a ajuda de um gol contra literalmente inacreditável.

No primeiro tempo, o Leão teve 32% de posse de bola e o domínio do jogo. O Bota só tocava a bola no campo de defesa. Com 2 a 1 no placar e certa acomodação, o time cearense fez alterações que o levaram para trás. O adversário carioca ainda tentou se atirar para frente, especialmente com as entradas de Diego Costa e Danilo Barbosa. Um pequeno sinal de vida alvinegro.

Deu para empatar. E só.

O Botafogo não tem tesão.

Tornou-se um time apático e acéfalo. Depois de Luís Castro, vieram Caçapa, Bruno Lage, Lúcio Flávio e, agora, o salvador Tiago Nunes. De Caçapa para cá, não encontrou mais que 35% de aproveitamento.

Derreteu epicamente e não parece ter ânimo para renascer. O programa de sócio-torcedor fala na "Estrela cravada na história do futebol mundial". Neste momento, parece fadado a cravar seu nome na história como um clube em que os títulos são a exceção. E a tragédia, a regra.

Como bem disse ao final da partida o querido colega Paulo Cesar Vasconcelos, "o Botafogo só existe até hoje por causa de sua torcida".

Siga Alicia Klein no Instagram e no Twitter

Leia todas as colunas da Alicia aqui

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes