PUBLICIDADE
Topo

Basquete

Família de Kobe evita leilão de relíquias do astro encontradas nos EUA

Kobe Bryant segura sua estatueta no Oscar  - REUTERS/Mike Blake
Kobe Bryant segura sua estatueta no Oscar Imagem: REUTERS/Mike Blake

Colaboração para o UOL, em São Paulo

01/10/2020 20h11

René Nezhoda, integrante do programa 'Quem dá mais', do canal A&E's, encontrou um verdadeiro tesouro durante as gravações da atração. Após uma visita em um depósito abandonado, uma compradora adquiriu por R$ 2 mil os itens presentes em uma garagem, e lá estava uma coleção de tênis e vestimentas de Kobe Bryant.

Logo, o apresentador da atração televisiva não pensou duas vezes em fazer uma oferta de R$ 72 mil para a mulher que havia adquirido o tesouro.

Ao todo, haviam 35 pares de tênis, camisetas, itens de jogo, equipamentos de treinos e até mesmo um crachá identificador com o apelido do ídolo da NBA: 'Mamba'. Caso fossem para leilão, o retorno financeiro para Nezhoda seria muito maior, o que incomodou a família de Bryant.

O assunto deu o que falar nas redes sociais, até que René deu uma entrevista para o TMZ Sports afirmando que havia entrado em contato com Vanessa Bryant, mulher de Kobe, para que pudessem entrar em um acordo sobre as peças que estavam sob seus cuidados.

"Tudo foi resolvido. Vários itens pessoais, itens usados e papelada foram vendidos diretamente de volta para a família Bryant", disse o apresentador.

Kobe Bryant morreu em janeiro de 2020 após um acidente de helicóptero, junto dele estava sua filha Gianna Bryant, de 14 anos.

Itens de Kobe Bryant são encontrados em Los Angeles - Youtube - Youtube
Tesouro de Kobe Bryant é encontrado em Los Angeles
Imagem: Youtube

Basquete