PUBLICIDADE
Topo

França provocador e Garcia com charge: as reações após o Datafolha em SP

Márcio França ironizou resultado frente a especulações sobre futuro político - Reprodução/Redes Sociais
Márcio França ironizou resultado frente a especulações sobre futuro político Imagem: Reprodução/Redes Sociais

Do UOL, em São Paulo

30/06/2022 20h54

Os pré-candidatos ao governo de São Paulo comentaram o resultado da pesquisa Datafolha divulgada hoje. O ex-prefeito da capital paulista Fernando Haddad (PT) aparece na liderança, com 34% dos votos, seguido do ex-ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas (Republicanos) e do governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), com 13% cada.

O ex-governador Márcio França (PSB), que não foi considerado no principal cenário estimulado, ironizou o resultado. Em vídeo postado no Twitter, o político afirmou que "faz um mês" que dizem que ele não vai concorrer ao cargo.

"Saiu Datafolha de novo, e nós estamos no segundo turno. É difícil esse Márcio França, hein?", disse.

A simulação de hoje considerou dois cenários - um com e outro sem a presença de França. Isso porque apesar de aparecer bem colocado o político pode deixar a disputa para tentar uma vaga no Senado e apoiar o candidato do PT ao governo. Essa hipótese ganhou força com a desistência do apresentador José Luiz Datena.

Já o atual governador de São Paulo comemorou o segundo lugar. Garcia está empatado numericamente com o ex-ministro de Bolsonaro.

"Não é esquerda e nem direita. É pra frente, e, agora, pra cima", escreveu.

O pré-candidato do PCB também comemorou o resultado. Gabriel Colombo, que aparece com 3% das intenções na pesquisa, disse que o resultado é "fruto de trabalho militante" e "empenho coletivo".

Veja os cenários testados pelo Datafolha:

Cenário 1 (estimulado)

  • Fernando Haddad (PT): 34%
  • Tarcísio de Freitas (Republicanos): 13%
  • Rodrigo Garcia (PSDB): 13%
  • Gabriel Colombo (PCB): 3%
  • Felicio Ramuth (PSD): 2%
  • Altino Junior (PSTU): 2%
  • Vinicius Poit (Novo): 1%
  • Abraham Weintraub (Brasil 35): 1%
  • Elvis Cezar (PDT): 1%
  • Branco/Nulo/Nenhum: 20%
  • Não sabe: 9%

Cenário 2 (estimulado)

  • Fernando Haddad (PT): 28%
  • Márcio França (PSB): 16%
  • Tarcísio de Freitas (Republicanos): 12%
  • Rodrigo Garcia (PSDB): 10%
  • Felicio Ramuth (PSD): 2%
  • Gabriel Colombo (PCB): 2%
  • Vinicius Poit (Novo): 1%
  • Abraham Weintraub (Brasil 35): 1%
  • Altino Junior (PSTU): 1%
  • Elvis Cezar (PDT): 1%
  • Branco/Nulo/Nenhum: 16%
  • Não sabe: 9%